Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Cultura

'Latitudes' é o primeiro filme brasileiro concebido para TV e internet

01 setembro 2013 - 05h57Via Época
Os atores Alice Braga e Daniel de Oliveira lançam seu novo filme, Latitudes, no dia 2 de setembro. Ele será apresentado no canal pago TNT, dividido em oito episódios de 22 minutos. Cada episódio combinará ficção, o “making of” e a rotina de ensaio dos atores. Na quinta-feira, 28 de agosto, episódios de 12 minutos em formato convencional de ficção já foram oferecidos pela internet, no YouTube. A expectativa é que, ainda neste ano, Latitudes seja lançado também em formato de longa-metragem nos cinemas. O mesmo produto foi concebido para ocupar diferentes plataformas de reprodução. É o que os acadêmicos têm chamado, na linguagem recente, de projeto transmídia.

O termo foi apresentado em 2008 pelo professor de jornalismo, comunicação e cinema da Universidade do Sul da Califórnia Henry Jenkins, no livro Cultura da convergência (Editora Aleph). Segundo Jenkins, usar diversos meios para explorar a produção de conteúdo é uma tendência que abre novos modelos de negócio na área da cultura. “Se não se espalha, morre”, ele diz. No livro, Jenkins destaca a trilogia Matrix (1999) como fenômeno que elevou a narrativa ficcional a novos patamares, ao criar um universo ficcional que se espalha por games, quadrinhos, animação e website.

A companhia americana Starlight Runner Entertainment, fundada por Jeff Gomez e Mark Pensavalle, foi pioneira na produção de séries nesse modelo. Participou da criação de projetos da indústria alimentícia, como a Fábrica da Felicidade da Coca-Cola. Atuou na indústria de jogos, com a série de videogames Halo, da Bungie. Na indústria cinematográfica, trabalhou para a Disney em filmes como Piratas do Caribe. Em entrevista ao jornal Los Angeles Times, Jeff afirma que a Starlight tem mostrado que “diferentes meios de comunicação são como instrumentos. Quando você os coloca juntos, pode criar sinfonias em movimento”. Outro modelo de projeto transmídia foi testado pela dupla de criadores britânicos Kissinger Twins. Chamado The trip, ele consiste num filme interativo de 11 capítulos, um curta-metragem cinematográfico, uma série de fotografias e, finalmente, uma trilha sonora da banda Smolik. The trip assume que o pouso do homem na Lua foi uma farsa e se propõe a desvendá-la. No site oficial, em smartphones e tablets é possível assistir aos filmes. O resto do material pode ser comprado.

Para o diretor de Latitudes, Felipe Braga, é fundamental experimentar novas formas de difusão de conteúdo, pois o público já está acostumado com a distribuição de músicas e notícias. As várias formas de difusão, segundo ele, ajudam a tornar o produto acessível e barato. “Quis colocar no colo do espectador a decisão de como, quando e onde consumir”, diz. No on-line e na TV, também podemos dar ao espectador algo gratuito para ser visto como ele preferir.”

O projeto inovador atraiu a atenção de Alice e Oliveira para o filme – de outra forma, é bem convencional. A história acompanha os encontros e separações de Olívia (Alice), editora de moda que viaja o mundo pesquisando tendências, e José (Oliveira), fotógrafo renomado. O casal se encontra em oito cidades pela Europa, com lindos cenários e toques de romantismo. Chega a lembrar o filme Antes do amanhecer (1995), estrelado por Julie Delpy e Ethan Hawke.

“Muita gente não consegue ir ao cinema por ser muito caro. A TV a cabo está mais acessível e a internet está dentro de seu bolso”, diz Alice. Para ela, criar novos produtos em plataformas diferentes não significa o fim do cinema. “A sala escura do cinema sempre terá seu espaço”, afirma Oliveira. “Mas é válido buscar alternativas que permitam a comunicação com o público.”

A equipe de Latitudes não é o primeiro grupo de brasileiros preocupados em explorar múltiplas plataformas. O paulista Mauricio Mota criou em 2007, com colegas do MIT, o Instituto de Tecnologia de Massachussetts, o grupo Os Alquimistas. Eles acabam de lançar sua primeira série de televisão nos Estados Unidos, East Los High. Assim como Latitudes, a série é apresentada ao público em diversas plataformas. Está nos smartphones, na web e na TV. Os personagens se comunicam com o público diretamente, por meio de blogs e jornais. East Los High está entre as cinco séries mais vistas dos Estados Unidos. “Uma das razões do sucesso do projeto é ele ser completamente transmídia”, diz Mota.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Evento com food truck e veículos raros acontece neste fim de semana na Capital
Cultura
Primeiro fim de semana com 'tudo liberado' promete agitar a Capital
Cultura
Batalha de Bandas acontece neste sábado para público 100% vacinado
Cultura
Fim de semana: Som da Concha, shows de rock, sertanejo e MPB agitam a Capital
Cultura
O adeus a uma lenda do blues sul-mato-grossense: Zé Pretim é encontrado morto em casa
Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cultura
Som da Concha recebe General R3 and the Black Family neste sábado
Vídeos
Vídeo: Inês Brasil é ‘expulsa’ de “A Fazenda” e viraliza nas redes sociais
Cultura
Vídeo: Dupla Índio e Half chega ao fim após 15 anos
Cultura
Programa MS Cultura Cidadã encerra inscrições na sexta

Mais Lidas

Brasil
Após cancelamentos constantes, Uber excluí motoristas; Veja a situação na Capital
Geral
Amigos do Parque: Pista estará aberta para receber a população hoje e amanhã
Brasil
Bolsa Família: Caixa lança nova versão de aplicativo
Saúde
Terceira dose para setor de saúde chega aos 40 anos