Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

MS Canta Brasil traz Lulu Santos e Mandioca Loca no domingo

28 julho 2010 - 23h20
Projeto do Estado, realizado pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), que leva shows nacionais para o Parque das Nações Indígenas, o MS Canta Brasil traz no próximo domingo, 1º agosto, um dos grandes ícones do pop-rock brasileiro: Lulu Santos. Divide o palco com o compositor a banda campo-grandense Mandioca Loca. Os shows acontecem a partir das 17h30. O evento conta com a parceria da Caixa Econômica Federal. A presença de Lula na Capital acontece dentro de um pacote que inclui sua apresentação no FestinBonito, na sexta-feira (30). Luiz Maurício Pragana dos Santos escolheu como nome artístico Lulu Santos. Filho de pai militar, começou a tocar aos 12 anos de idade, formando uma banda inspirada nos Beatles chamada de Cave Man. Contrariando o desejo de seu pai, de que também se tornasse militar, foge de casa antes de completar o colegial, percorrendo o Brasil com hippies. Aos 19 anos tocava no grupo Veludo Elétrico com Fernando Gama e Paul de Castro. Um ano depois, Lulu formou a banda Vímana, da qual saiu por não concordar com os rumos que a banda acabou seguindo. Após trabalhar como músico freelancer, Lulu Santos resolveu seguir carreira solo. O cantor, antes de virar músico, trabalhou como colunista em revistas como a Som Três, escrevendo comentários sobre os álbuns da época. Em 1981, assinou com a gravadora WEA e assumiu o nome de Lulu Santos, gravando "Tesouros da Juventude" em parceria com o jornalista Nelson Motta. Seguiram-se outras músicas de sucesso: em 1982, "Tempos Modernos", "O Ritmo do Momento" (1983), "O Último Romântico” (1984) (cujo arranjo musical foi fortemente influenciado por uma música de George Harrison, "Greece", do álbum Gone Troppo de 1982, "Tudo Azul" (1984), "Normal" (1985), "Lulu" (1986) e "Toda Forma de Amor". Em 1985, Lulu participa do Rock in Rio e dois anos depois é premiado com o disco de platina. O cantor recusa o prêmio na cerimônia de entrega por não ter atingido o limite mínimo de vendas de 250 mil cópias. Entrou em um período de crise a seguir, quando tentou aproximar o pop com os ritmos brasileiros, através dos trabalhos “Popsambalanço”, “Outras levadas”, “Honolulu” e “Mondo Cane”. Mas, a parceria com o DJ Memê, iniciada na sequência, alavancou novamente sua carreira com discos como “Assim Caminha a Humanidade” (1994). Com o gênero disco trabalhou com o produtor Marcelo Mansur em ‘Eu e Memê, Memê e Eu” (1995). Seguiram-se “Anticiclone Tropical” (1996), “Liga Lá” onde assume a produção e o álbum foi mestrado pelo tropicalista Rogério Duprá em (1997), “Calendário” (1999) e o “ Acústico MTV ( 2000) em dois volumes. Em 2002, lança o disco “Programa”. Em 2003, foi lançado “Bugalu” novamente em parceria com o DJ Memê. Em 2004 é lançado o “MTV ao Vivo”. No ano de 2005, como lançamento de seu disco, segue “Letra e Música”, com a turnê “Popstar”. Em 2007, com “Longplay”, ficou três anos em turnê pelo Brasil e outros países. O show foi visto por mais de 5 milhões de pessoas, acompanhado de sua banda e se utilizando do que há de mais moderno em tecnologia com paredes de led, iluminação e projeções feitas especialmente para o show, com clipes interativos. No final de 2009 flerta com o samba novamente no álbum “Singular”, recheado de canções pop no melhor estilo que o consagrou. No MS Canta Brasil, Lulu Santos reassume o formato acústico em seu novo show, denominado “Lulu Santos Acústico II”. Sucessos como “Tudo azul”, “Já é!” e “Tempos modernos” estão entre os sucessos do repertório. Mandioca Loca Formado por Rodrigo Teixeira (voz, violão e guitarra), Fernando Bola (bateria e vocal), Anderson Rocha (guitarra) e Alex Mesquita (baixo), o Mandioca Loca é uma mescla sonora pantaneira universal. A banda fabrica uma goma concentrada que só podia sair do forno do Cerrado. Na batedeira do Mandioca vai de tudo: é polca-rock-punk-funk-guarania-folk-music. No MS Canta Brasil o baixista Alex Mesquita será substituído pelo músico Pedro Ortale. O show apresentará composições do último disco, formado por músicas próprias e releituras de compositores sul-mato-grossenses. O álbum, gravado no Estúdio 45, em Campo Grande, entre abril de 2007 e junho de 2008, foi produzido de forma independente e pode ser conhecido no http://www.myspace.com/mandiocaloca. Em novembro de 2004 o grupo foi chamado pela Kamikaze Records para representar o Mato Grosso do Sul no Festival Gira Palermo, em Assunção, no Paraguai. A banda tocou para 2 mil pessoas na mesma noite de Paiko, Ripe Banana Skins, Revolber e Flow, contagiando o público paraguaio com sua versão de polca-rock. O MandiocaLoca também está no disco 'GerAções'. O grupo fez dobradinha com a compositora Alzira Espíndola na faixa 'Colisão', em uma versão ska-funk-polca-rock arranjada pelo músico Antônio Porto. O grupo também participou da coletânea 'Novidade Nativa' em 2005, produzida pelo compositor Geraldo Roca. O MandiocaLoca gravou ao vivo com a participação do guitarrista Fábio Brum no estúdio Litoral Central. As músicas foram a polca-rock ' Salinger Polck', dedicada ao escritor J.J. Salinger de 'O Apanhador no Campo de Centeio', e o chamamé-blues 'Olhar Ateu'. MS Canta Brasil O MS Canta Brasil promove a integração das músicas nacional e regional, levando para o palco, montado próximo ao lago do Parque das Nações Indígenas, um artista de renome nacional e outro local. O evento da FCMS acontece sempre no primeiro domingo de cada mês, a partir das 17h30 no Parque das Nações Indígenas. A entrada é franca. Neste Ano, a FCMS já trouxe para o projeto do Estado, a banda Biquini Cavadão, Monobloco, Lenine, Gilberto Gil e Leoni. Dividiram o palco com as atraçãos sul-mato-grossenses, Delay, Sampri, Curimba, Aldeia Black e Muchileiros.
Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
71ª SBPC terá manifestações artísticas na Cidade Universitária
Cultura
Artesanato do MS é sucesso na Feneart
Cultura
Jair Damascena inova com metateatro em espetáculo que estreia nesta quinta
Cultura
Teatro de Sombras estreia essa semana
Cultura
Espetáculo “Dores do Mundo” será apresentado nesta segunda, na Praça dos Imigrantes
Cultura
Prefeitura lança o “julho das pretas” neste sábado
Cultura
Brasileiros fazem descoberta que pode mudar história da humanidade
Cultura
Pai da bossa nova, João Gilberto morre aos 88 anos
Cultura
Sectur abre inscrições para desfile no aniversário de Campo Grande
Cultura
Almir, Isaac e Espíndola recebem “Doutor Honoris Causa” em julho

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio