Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Educação

Presidente da Fundect é eleito diretor do Conselho Nacional de Pesquisas

Prof. Márcio de Araújo Pereira também acumulará a vice-presidência da entidade

11 julho 2020 - 10h44Flávio Veras

O diretor-presidente da Fundect Prof. Márcio de Araújo Pereira foi eleito como diretor do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Pesquisa (Confap) Regional Centro Oeste. A escolha foi realizada no Fórum Virtual do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Pesquisa (Confap), realizado na última sexta-feira (03)

Participaram do encontro virtual 26 presidentes das fundações de pesquisa do país.

Além da Diretoria Regional do Centro-Oeste, o Prof. Márcio compartilhará a vice-p residência do Confap com outros quatro Diretores Regionais (Sul, Sudeste, Nordeste e Norte). O Confap é uma organização sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover uma melhor articulação dos interesses das agências estaduais de fomento à pesquisa científica, tecnológica e de inovação no Brasil.

Márcio ocupará o cargo durante os próximos meses, e terá como uma das missões liderar a interlocução dos agentes da ciência, tecnologia e inovação da região centro oeste, colaborando para o fortalecimento do setor a nível nacional.

Durante o Fórum, foi divulgado um ranqueamento organizado pelo Confap em parceria com a CLP-Liderança Pública. O levantamento mostrou Mato Grosso do Sul na oitava colocação entre os estados mais inovadores do país.

O levantamento levou em consideração fatores como: investimentos públicos em pesquisa e desenvolvimento, concessão de bolsas de mestrado e doutorado, patentes e empreendimentos inovadores (startups, incubadoras).

“A Fundect está trabalhando alinhada com o Governo do Estado para desenvolver inovações, principalmente ligadas ao agronegócio. Em 2019 foram implementados importantes editais nessas áreas tais como o Centelha e o Tecnova, que buscam explorar o potencial inovador e tecnológico das empresas e dos empreendedores do nosso MS. Ainda temos muito a fazer, e agora com ainda mais proximidade ao Confap poderemos estreitar ainda mais as relações e garantir parcerias para o fomento da pesquisa, ciência e tecnologia no Mato Grosso do Sul”, afirmou.

O professor também falou que em hoje também é uma das prioridades do órgão conseguir recursos para pesquisas relacionadas ao combate da pandemia do novo coronavírus. “Temos quatro importantes laboratórios dedicados no combate a Covid-19, mas queremos ampliar a estrutura já existentes neles. Além disso, buscaremos mais recursos para ampliar essa área, pois a pandemia nos mostrou ainda mais como é importante investimento em ciência no Brasil, finalizou.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Volta às aulas da rede particular é adiada para setembro
Educação
Máscara gigante do governo do Amazonas vira piada na internet
Educação
Ministério Público retoma tratativas para "volta às aulas" nesta quinta
Educação
IFMS abre 54 vagas remanescentes em cursos superiores
Educação
Semed cria aplicativo para alunos da Reme
Educação
Semed cria aplicativo para alunos das escolas municipais
Educação
MS cria comitê para discutir volta às aulas presenciais
Educação
MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino
Educação
“Blitz Covid-19” está no Jardim Noroeste orientando a população
Educação
Resultado da 2ª chamada do Prouni está disponível

Mais Lidas

Polícia
Assentado é multado em R$ 20 mil por provocar incêndio
Economia
Por medo da covid, Filipinas suspendem importações de frango do Brasil
Geral
Rotary Club Cidade dos Ipês promove a 1ª Feijoada em sistema drive thru
Saúde
Campo Grande melhora avaliação na pandemia