Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Educação

Senado aprova projeto de lei para o adiamento do Enem

Conforme a proposta, as provas devem ocorrer depois do fim do ano letivo de 2020

20 maio 2020 - 13h30Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

O Senado Federal aprovou na terça-feira  (19) um projeto de lei (PL) que adia a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em virtude da pandemia do novo coronavírus.

O PL teve 75 votos favoráveis e um voto contrário. O projeto não firma um novo prazo para realização das provas, ficando dependente da evolução da situação epidemiológica. O texto segue para a Câmara.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as inscrições vão até a próxima sexta-feira (22). As provas do Enem estão marcadas para 1º de novembro (linguagens, códigos e suas tecnologias; redação; ciências humanas e suas tecnologias) e 8 de novembro (ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias). Também serão previstas provas digitais, nos dias 11 e 18 de outubro.

A autora do projeto, Daniella Ribeiro (PP-PB), destacou que muitos estudantes não conseguem estudar em casa por falta de recursos técnicos ou por ter que cuidar da família. “Quantos têm condições de pagar uma plataforma de streaming, um EAD [ensino à distância]? Que possamos colocar rostos nessas pessoas que estão em casa, cuidando de irmãos pequenos, em casas com cinco, seis pessoas e não têm um espaço para estudarem sozinhos”.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, afirmou que a posição da maioria das lideranças no Senado se posicionava a favor da votação e aprovação da matéria. “A gente não tinha como não tomar essa decisão, até porque foi por praticamente a unanimidade dos líderes. Ressalvando as ponderações do ministro, precisávamos deliberar um assunto que tinha a unanimidade dos partidos”.

Justiça

 A Defensoria Pública da União (DPU) entrou na segunda-feira (18), com recurso no Tribunal Regional Federal da 3ª Região pedindo que a decisão de manter o exame durante a pandemia do novo coronavírus seja revista. Em abril, o órgão conseguiu uma liminar favorável ao adiamento das datas da prova, mas a medida foi derrubada pelo desembargador Antônio Cedenho atendendo a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU).

 

Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies
Educação
Volta às aulas presenciais na rede estadual em MS pode ficar para 2021
Educação
IFMS encerra Inscrições para graduação em Corumbá na quarta-feira
Educação
Prouni: Inscrições para bolsas remanescentes terminam quarta-feira
Educação
Audiência pública aponta que não há condições para volta às aulas na Capital
Educação
Defensoria debate aulas presenciais, nas escolas públicas, nesta sexta
Educação
Bolsonaro nomeia Marcelo Turine como reitor da UFMS
Educação
Definida nomeação de Turine como reitor da UFMS
Educação
UFGD abrirá inscrições para vestibular com 982 vagas, na segunda-feira
Educação
Ministro da Educação diz que por ele aulas estariam de volta amanhã

Mais Lidas

Cidade
Lei que prevê multas e punições para quem passar trote no 190 e 193 foi sancionada hoje
Justiça
Bolsonaro sanciona lei sobre maus-tratos a animais acompanhado do pitbull Sansão em Brasília
Polícia
Jovem é assassinada com oito tiros na Capital
Cidade
Funsat Itinerante vai atender na Vila Popular nos dias 01 e 02 de outubro