Menu
Busca domingo, 25 de julho de 2021
(67) 99647-9098
TJMS julho-21
Esportes

Brasil ganha prata e ouro no Mundial de maratona aquática

23 julho 2013 - 10h18Via Uol
O Brasil conquistou um resultado histórico na maratona aquática, nesta terça-feira (23), durante a disputa do Mundial de Desportos Aquáticos. No porto de Barcelona, Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha dominaram o final da prova de 10 km e conquistaram a dobradinha na prova de 10 km, com ouro e prata, respectivamente. Angela Maurer, da Alemanha, completou o pódio.

As nadadoras já vinham de prata e bronze na disputa mais curta, de 5 km. A disputa de 10 km foi acirrada, e tudo começou a ser definido apenas na volta final, com cerca de 2 km para a conclusão do trajeto no porto de Barcelona. Ana Marcela Cunha se colocou bem entre as primeiras colocadas, brigando pelo primeiro lugar, com Poliana também próxima.

Faltando poucos metros, as brasileiras dispararam, dominando a prova com cerca de cinco minutos para a batida, com mais de um corpo de vantagem à frente. As oponentes ainda tentaram apertar o ritmo, mas o esforço foi insuficiente para reverter a vitória verde e amarela.

Ficou para o final a disputa particular entre as brasileiras, e quem se deu melhor foi Poliana. Ela completou com o tempo de 1h58min19s2. Ana Marcela foi apenas três décimos mais lenta.

"Estou muito emocionada, eu busquei muito essa medalha. Já tinha conseguido a prova nos 5km, mas a de 10 km é muito mais difícil, é uma prova olímpica. Valeu muito a pena", comemorou Poliana, chorando muito após a chegada, em entrevista ao SporTV.

"Na prova dos 5km eu não sabia como ia ser e sai com o bronze. Hoje confiei muito mais em mim. Quando passou dos 7,5, vi que viramos junto... Nem tem o que falar, hoje o Brasil está na ponta", completou Ana Marcela, medalhista de prata.

No primeiro dia de disputas do Mundial, o Brasil já teve um resultado memorável na maratona aquática, quando Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha ficaram, respectivamente, com prata e bronze em Barcelona.

Dueto brasileiro fica fora da final do nado sincronizado
A dupla Lorena Molinos e Giovana Stephan não conseguiu avançar à final dos duetos do nado sincronizado, nesta terça-feira. Elas fizeram coreografia com o tema 'Verão', das 'Quatro Estações', de Vivaldi.

As brasileiras somaram 81.930 pontos, o que lhes rendeu a 15ª colocação. Rússia (97.230), China (95.080), Espanha (94.280) e Ucrânia (92.530) foram as melhores equipes.

"A rotina é difícil, mas nos sentimos super bem nadando. Estava cansada no final, mas aguentei firme. Vimos outras equipes com erros explícitos que ganharam mais nota. A gente nunca entende quais são os critérios para a pontuação", disse Lorena.
Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Vôlei feminino: Brasil vence Coreia do Sul por três sets a zero
Esportes
Veja o quadro de medalhas por país nas Olimpíadas
Esportes
Futebol: Seleção brasileira feminina empata 3X3 com a Holanda
Esportes
Pira Olímpica é acesa por mulher negra em Tóquio
Esportes
Brasil atropela a Alemanha, venceu por 4 a 2, mas poderia ter feito sete
Esportes
Olimpíadas: Brasil estreia com goleada sobre a China
Esportes
Filho do técnico Arce morre em acidente e Conmebol muda data de jogo
Esportes
Argentina bate Brasil e vence a Copa América
Esportes
Brasil e Argentina decidem campeão da Copa América 2021 neste sábado
Esportes
Brasil vence Peru e está na final da Copa América

Mais Lidas

Polícia
Mãe e filha são ameaçadas e têm carro riscado ao pedir para vizinha abaixar o som
Polícia
Pais são presos suspeitos de torturar, abusar e matar filho de 1 ano
Polícia
Funcionária esquece cartão em sacola de roupas e cliente gasta R$ 856
Polícia
Atirador em gol rebaixado faz uma vítima no Moreninhas III