Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Esportes

"Espero que não haja violência" diz prefeita em Madri

Partida entre River Plate e Boca Juniors será no domingo

06 dezembro 2018 - 17h08Da redação com Agência Brasil

Manuela Carmena, prefeita de Madri deu boas vindas ao River Plate e Boca Juniors nesta quinta-feira (6), pois as duas equipes disputam a final da Taça Libertadores no estádio Santiago Bernabéu, e ainda disse "que não haja o menor ato de violência".

"Estamos orgulhosos por Madri ser uma cidade de paz, que pode ser útil não somente para receber esta partida, mas para que nunca mais seja necessário que uma partida não ocorra onde deveria ser disputada", afirmou a governante.

Carmena ainda relatou "que seja bem-vindas as equipes e que ganhe a melhor, que todos desfrutem muito com o esporte. E que não haja o menor ato de violência", concluiu.

A partida de domingo (9) contará com um forte esquema de segurança para prevenir eventuais distúrbios entre os torcedores de River e Boca na capital espanhola.

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Campo Grande sediará a Liga das Nações que foi adiada para 2021
Esportes
Fluminense perde para o Volta Redonda na reestreia de Fred
Esportes
Nenê testa positivo para covid-19 e está fora do Campeonato Carioca
Esportes
Amigos do Parque volta com nova formatação durante pandemia
Esportes
Operário convoca torcedores para se associarem e ajudar o Clube
Esportes
Etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude é cancelada
Esportes
Em "novo normal", Flamengo bate por 3 a 0 o Bangu na volta do Carioca
Esportes
Flamengo e Bangu reabrem Campeonato Carioca após paralisação
Esportes
Dividas de clubes de futebol com a Receita Federal podem ser suspensas
Esportes
Corrida Digital tem estratégia inovadora

Mais Lidas

Política
"Projeto das Fake News gera interesse de 30 países", diz Nelsinho
Polícia
Vídeo: Após perseguição, homem é preso com 1 Ton de maconha em caminhonete
Polícia
Homem desenterra avó e dança com cadáver
Justiça
TJ faz alerta sobre pandemia em MS