Menu
Busca quinta, 06 de maio de 2021
(67) 99647-9098
Sebrae
Esportes

Sem Jadson, Corinthians vai de campeão a rebaixado no Paulista

10 março 2014 - 10h33Via Terra
O Corinthians até começou bem o clássico contra o São Paulo nesse domingo. Abriu o placar aos 10min, com gol contra de Antônio Carlos, mas recuou e viu o rival dominar o resto do confronto, realizado no Estádio do Pacaembu e válido pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. Acabou derrotado por 3 a 2, em jogo que escancarou a recente dependência da equipe no meio-campista Jadson, que não pode enfrentar o time tricolor por questões contratuais.

A verdade é que a ausência de Jadson comprovou como o time do Corinthians se mostra perdido sem a presença do meia que, mesmo tendo sido contratado há pouco tempo, já se tornou peça fundamental no esquema tático. Sem ele, por exemplo, o clube conquistou apenas 29% dos pontos possíveis, vencendo dois jogos, empatando um e sendo derrotado em cinco.

Os números que quase deixariam a equipe na zona do rebaixamento no Campeonato Paulista, por exemplo, já que dos demais 19 times apenas Oeste, Paulista, Atlético Sorocaba e Linense têm aproveitamento melhor. Sem Jadson, o Corinthians não possui outro meia com qualidades semelhantes de criação no elenco, já que Douglas foi negociado com o Vasco.

Com o camisa 10 em campo, por outro lado, a equipe alvinegra venceu quatro de cinco duelos, com mais um empate e nenhuma derrota, considerando que a única igualdade foi contra o Palmeiras, equipe de melhor campanha no Paulista ao lado do Santos. O aproveitamento corintiano com Jadson em campo, entretanto, deixaria a equipe na liderança: são 86% dos pontos ganhos, contra 82% dos rivais alviverde e praiano.

"Penso que tivemos mais dificuldades com a ausência dele. Precisamos de um homem de passagem e dinâmica, faltou isso principalmente. A troca foi para ser mais agudo em cima dos laterais, que jogaram com facilidade no primeiro tempo", lamentou o técnico Mano Menezes, explicando a escalação de Renato Augusto na vaga deixada pelo camisa 10.

"É ruim para um jogador como o Renato Augusto jogar sem volume de jogo. Como jogamos o primeiro tempo quase sem a bola. A passagem da bola pelo meio campo é importante para tudo isso. Hoje jogamos com três volantes, um dando mais saída e o Ralf na contenção. A passagem pelo meio precisa ter mais qualidade. Ela pode partir e deve partir de um tripé de meio de campo", continuou o treinador.

Jadson volta a campo pelo Corinthians na próxima quarta-feira, contra o Feira de Santana, na Bahia. Depois, o camisa 10 terá a missão de ajudar o clube do Parque São Jorge a se classificar no Estadual - a equipe encara, na sequência, a Penapolense e o Atlético Sorocaba, precisa de duas vitórias e ainda torcer por um tropeço do Ituano em pelo menos um de seus dois jogos restantes.
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
AGORA É LEI: Atividade física é serviço essencial em MS
Esportes
Times brasileiros voltam a campo nesta quarta pela Libertadores e Sul-americana
Esportes
Atual campeão da Libertadores, Palmeiras recebe Del Valle pela 2ª rodada da competição
Esportes
Pista de skate improvisada por garotos do Aero Rancho é destruída
Esportes
Aos 16 anos, ciclista Chapadense assina contrato com Portugal
Esportes
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada
Esportes
Vídeo: polícia usa bala de borracha durante confusão no Campeonato Sul-Mato-Grossense
Esportes
Após quase 5 anos, Renato Gaúcho deixa o comando do Grêmio
Esportes
Conmebol recebe 50 mil doses da CoronaVac para vacinar jogadores
Esportes
Flamengo é bicampeão da Supercopa do Brasil; a disputa contra o Palmeiras foi decidida nos pênaltis

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio