Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Geral

Com produtos vencidos, Walmart é autuado pelo Procon pela quarta vez

Em um ano, os maiores problemas são prazos de validade expirados, produtos impróprios para o consumo e a diferença nos preços

04 fevereiro 2019 - 15h39Marcos Tenório, com informações Procon

Uma ação realizada na última sexta-feira (1º) pela equipe de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) que flagrou inúmeras irregularidades que, em última análise, resultariam em prejuízo para o consumidor, na loja do Walmart Brasil Ltda, em Campo Grande.

Está é a quarta vez em 12 meses que a empresa é notificada pelo Procon Estadual por descumprimento às boas práticas de comercialização de produtos considerados essenciais para a população, segundo levantamentos da agência.

Os maiores problemas são decorrentes a prazos de validade expirados, produtos impróprios para o consumo e a diferença dos preços que são divulgados nos tablóides e que são cobrados nos caixa.

Os produtos fora do prazo que ficaram expostos para que os clientes comprassem, são 49 unidades de tempero para carnes, 33 pacotes de biscoitos diversos, 17 unidades de cookies além de vários outros como é o caso de castanhas, produtos lácteos iogurtes, arroz integral e refrigerantes em menor quantidade.

Outro fato que o Procon fiscalizou, foi a emissão de nota fiscal, pois os funcionários estariam instruídos a induzir o cliente a buscar o documento no site da ‘receita’ e assim emitirem.

Os produtos com preços diferentes está a picanha, o contrafilé e o cupim bovino entre as carnes, mas para os alunos que precisam de materiais escolares, estão kits de lápis preto, réguas e cadernos universitário.

O superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão, lembra à comunidade que “é necessário que o consumidor que encontrar irregularidades denuncie para o Procon poder entrar em ação. Toda reclamação será verificada e, havendo procedência, a fiscalização se dirigirá ao local  com objetivo de fazer  cessarem os abusos”.

Arrecadação de donativos

O Procon Estadual notificou o supermercado Walmart para prestar esclarecimentos a ação de arrecadação de donativos, que seriam destinados aos desabrigados pelo rompimento da barreira do Córrego do Feijão no município de Brumadinho em Minas Gerais, no dia 25 de janeiro.

A notificação é para entender melhor a campanha, então a empresa terá um prazo de 10 dias para prestar esclarecimentos, sob pena de serem tomadas medidas administrativas, a respeito da existência ou não de parceria com algum órgão ou empresa pública, bem como, de que maneira é feita a coleta das doações, incluindo a forma de divulgação da campanha, a quantidade arrecadada e, ainda, datas de encaminhamento dos produtos aos responsáveis pelo recebimento.

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
"A pandemia tem sido, sim, mais cruel com as mulheres", diz Luciana Azambuja
Geral
Riedel anuncia a vereadores pacote de R$ 60 milhões em obras
Geral
Covid - Morre o auditor fiscal Alberto Kalache
Geral
Procon-MS registra alto número de denúncias de consignados irregulares
Geral
Para evitar fraudes, bomba de combustível terá assinatura digital
Geral
Unigran realiza congresso científico
Geral
IPEMS chega aos 30 anos de mercado
Geral
Terça é dia de D2 da Coronavac e Astrazeneca; veja as datas
Geral
Orçamento de 2022 será votado nesta terça
Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis

Mais Lidas

Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis
Polícia
Menina de 11 anos era estuprada pelo pai no trajeto da igreja
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Geral
Morta pelo marido, Lindinalva era professora e deixa dois filhos