Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Estado intensifica ações contra a raiva

Iagro realizou trabalho em 255 propriedades rurais em regiões de risco

15 março 2019 - 16h54Da redação com informações da assessoria

Em Mato Grosso do Sul, equipes de controle da raiva da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), realizaram no mês de fevereiro um trabalho em 255 propriedades rurais em regiões de risco para ocorrência da raiva. Também foram vistoriados 99 abrigos onde foram capturados e controlados 567 morcegos hematófagos.

Segundo relatório apresentado pelo fiscal estadual Agropecuário,Fabio Shiroma de Araujo, coordenador dos programas Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros (PNCRH) e de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina (PVEEB),entre as ações preventivas, destacam-se as realizadas às margens do rio Pardo e afluentes (municípios de Santa Rita do Pardo, Bataguassu, Brasilândia, Ribas do Rio Pardo) com vistoria de 45 abrigos onde 355 morcegos hematófagos foram capturados e controlados.

Já na região Sudeste do Estado (Novo Horizonte do Sul, Batayporã, Taquarussú, Nova Andradina), próximo às margens dos rios Guiraí e Ivinhema, foram realizadas visitas a 42 propriedades rurais em região com casos de raiva e vistorias em 14 abrigos com captura e controle de 131 morcegos hematófagos.

Além destes, foram realizadas vistoria de abrigos nos municípios de Aral Moreira, Amambai, Coronel Sapucaia, Aquidauana, Sidrolândia, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Cassilândia, Costa Rica, Pedro Gomes, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Eldorado, Iguatemi, Japorã, Mundo Novo, Itaquiraí, Caarapó.

Nesta sexta-feira (15), uma equipe esteve às margens da Serra do rio Negro com São Gabriel do Oeste;para verificação da suspeita de raiva por conta da mortalidade de bovinos e equinos. Na próxima semana eles realizarão ações de contenção de um foco confirmado às margens do rio Negro, em Aquidauana.

Segundo Shiroma, a situação que será averiguada hoje serve como exemplo para lembrar os produtores da importância de comunicarem à Iagro local sobre animais com sintomas da raiva e a presença de abrigos de morcegos. “Se houver uma suspeita é importante ressaltar que não se deve manusear o animal. Caso haja contato com animal com suspeita, ou haja agressão de um cão, gato ou morcego o indivíduo deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima, imediatamente”, completa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Centro-oeste terá plano de desenvolvimento 2020-2023
Geral
Anac anuncia suspensão das operações da Avianca
Geral
Nova BMW Z4 foi lançada na capital
Geral
Longen critica uso de 30% do FCO para obras estaduais
Geral
Marginal usa OLX para aplicar golpe com WhatsApp de anunciante
Geral
Ciclista tem a cabeça esmagada por carreta em acidente
Geral
Parque das Nações terá memorial da Sanesul
Geral
Coronel David percorrerá o estado em apoio a Bolsonaro, no fim de semana
Geral
Usuários reclamam de excesso de ligações e Claro tem 15 linhas bloqueadas
Geral
Caminhão pega fogo na MS-395 e chamas atingem vegetação

Mais Lidas

Cidade
Restaurante Bamboo Sushi é autuado por cobrança excessiva
Polícia
Homem bêbado pede para descansar e morre no sofá do vizinho
Geral
Ciclista tem a cabeça esmagada por carreta em acidente
Geral
Marginal usa OLX para aplicar golpe com WhatsApp de anunciante