Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Marginal usa OLX para aplicar golpe com WhatsApp de anunciante

Após anunciar a venda de seu carro, José Júnior teve o "app" clonado

24 maio 2019 - 08h35Priscilla Porangaba

Após anunciar a venda de um carro na OLX, o corretor de imóveis José Aparecido de Souza Júnior, 45 anos, teve o WhatsApp clonado e foi vítima de um golpista em Campo Grande.

Júnior contou ao JD1 Notícias que por volta das 12h40 de quarta-feira (22) fez um anúncio para vender seu carro. E que 50 minutos depois recebeu uma mensagem, supostamente da própria OLX para confirmar dados, e que ao fazer o seu Whatsapp foi inativado e ele não conseguiu mais usar o aplicativo em seu aparelho de celular.

Prezado Cliente 
Boa tarde  !

Sou Roberta da Central de Atendimento desapega OLX.

Verificamos que foi feito pelo Sr(a) um anúncio de venda, gostaríamos de validar e manter atualizado vosso anúncio. 

Por favor nos encaminhar o código de 6 digitos, exemplo: 123-456,  que foi enviado via SMS para que seu anúncio possa continuar disponível em nossa plataforma.

Para mais informações;

 www.olx.com.br 
Tel: 0800 OLX

 CNPJ 13.673.743/0002-55 

Atenciosamente
 DESAPEGA OLX.

Às 16h o irmão de Júnior ligou para ele dizendo que já estava indo ao banco fazer a transferência do valor solicitado. Foi nesse momento que Júnior entendeu que estava sendo vítima de uma possível clonagem de seu número em outro aplicativo.

O golpista mandou várias mensagens apenas para homens que participavam de grupos de conversas com o corretor. Em uma das mensagens enviadas, o golpista pediu ajuda no valor de R$ 1,6 mil para um amigo de Júnior dizendo que precisaria pagar um boleto urgentemente para não correr juros. O amigo, sem saber do que se tratava, efetuou a transferência.

Ainda segundo informações do corretor de imóveis, ele foi até uma agência da Vivo e foi informado que não tinha nada a se fazer para desconectar o golpista, a não ser esperar que ele parasse de usar o número da vítima. O suspeito só parou de usar o número por volta das 21h.

Ao JD1 Notícias Júnior contou que nunca imaginou passar por essa situação “vexatória”, já que o suspeito também mandou mensagens pedindo ajuda, desesperadamente, para pessoas que a vítima não tinha nenhuma proximidade, além do contato.

“Eu só entendi quando várias pessoas me ligaram perguntando sobre o dinheiro que eu queria emprestado, é muito vergonhoso e preocupante, uma situação desagradável”, comentou Júnior. O WhatsApp de Júnior só foi ativo em seu celular por volta das 21h, quando ele conseguiu enviar mensagens se desculpando com o contatos “incomodados” pelo suspeito.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pedro Chaves lança livro ‘Refletindo Sobre o Brasil’
Geral
Maçons são homenageados na Câmara por atuação na capital
Geral
Odilon de Oliveira aborda depressão infantil na Câmara
Geral
Coronel David garante cronograma de concurso da PM/BM até homologação
Prazo definitivo para divulgação dos resultados está sendo cobrado pela SAD
Geral
Alems assina protocolo e reforça o cuidado com o meio ambiente
Geral
Funsat abre inscrições para cursos de qualificação profissional
Geral
Procon/MS descarta carne de carneiro e peixes no Mega Box Bom Jesus
Geral
Presidente da Fecomércio-MS palestrará no Café com Negócios
Geral
Vídeo: Lobinho invade escola na Mata do Jacinto
Geral
Aeroporto opera sem cancelamentos nesta manhã de quinta-feira

Mais Lidas

Polícia
Mulher que desapareceu há um mês é encontrada morta por suicídio
Polícia
Após divulgação de imagem, homem faz acordo para devolver veículo
Polícia
Vídeo - Mortes em série de gatos no Villagio Parati intrigam moradores
Geral
Árvore cai e Espírito Santo está interrompida