Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Sete pessoas se acidentam de moto todos os dias em Campo Grande

O número de acidentes de motocicleta aumentou de 2018 para 2019

25 janeiro 2020 - 08h10Jônathas Padilha

De acordo com os dados da Santa Casa, o número de acidentes de motos aumentou em Campo Grande. Somente nos primeiros vinte e três dias deste ano, 178 motociclistas se envolveram em acidentes, uma média de sete pessoas por dia.  

No ano de 2018, a Santa Casa registrou 4.820 vítimas de acidentes de trânsito, 3.105 dos acidentados eram motociclistas. No ano passado, a quantidade de vítimas aumentou para 5.024, e dentre elas, 3.229 conduziam moto. Já neste ano, a Santa Casa registrou a ocorrência de 273 vítimas de acidentes de trânsito, 178 delas eram motociclistas ou estavam na garupa do veículo.

Todas as pessoas que fazem parte desse levantamento deram entrada no pronto-socorro da unidade médica. Um acidente de moto é muito perigoso, pela vulnerabilidade e exposição que a pessoa tem no veículo.

A equipe do JD1 Notícias entrou em contato com Dr. Felipe Roth, médico ortopedista da Santa Casa, que falou sobre as fraturas que um acidente de moto pode causar. “Os acidentes de motocicleta são maioria nos números de acidentes de trânsito. Em geral, causam trauma na região superior, principalmente nos dedos, punho e antebraço, correspondendo a 30 ou 40% dos casos.”

Dr. Roth falou também falou sobre o que os ferimentos mais graves podem causar. “O que é comum de acontecer também são fraturas no fêmur, bacia e outros ossos longos. Essas são as mais graves, quando alguma parte do osso fica exposta ou perda de pele, o que pode gerar a amputação dos membros.”

O médico concluiu falando as consequências que um acidente pode trazer para a vida da pessoa. “O que pode acontecer é a perda de movimentos dos membros, principalmente o movimento das mãos e dedos, tudo dependendo da gravidade do acidente. Como a maioria acontece na região superior, esses ferimentos impossibilitam que as pessoas voltem ao trabalho e até ações simples como, fechar a mão ou fazer o movimento de pinça.”

Acidentes em janeiro

Nesta semana, um jovem se envolveu em um acidente de moto e teve fraturas nos membros superiores e inferiores, uma delas exposta, tendo que passar por procedimento cirúrgico pela equipe ortopédica do hospital.

Outro caso que chamou atenção ocorrou no início deste ano, um outro jovem colidiu em alta velocidade com um carro que estava parado e foi encaminhado para a Santa Casa em estado grave, passando por diversas cirurgias na face, punho e braço.

Confira algumas imagens das ocorrências que aconteceram no primeiro mês do ano:

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Dois locais de votação sofrem alteração na capital; confira
Geral
Reinaldo retoma atividades presenciais após quarentena
Geral
Presidente do Comercial, Valter Mangini, morre de coronavírus
Geral
Bombeiros intensificam combate as chamas em reservas do MS
Geral
Motociclista pula da moto em chamas após bater em caminhão
Geral
Leilão do Detran-MS tem mais de 1 mil motocicletas e 157 carros disponíveis
Geral
Governo da início ao processo de licitação para restauração do Centro Cultural José Octávio Guizzo
Geral
Vídeo: Fogo no Nabileque consome até ponte
Geral
Motorista morre ao cair em barranco próximo a ponte do grego
Geral
Empresário morre após perder controle do carro na MS-276 e colidir contra uma árvore

Mais Lidas

Polícia
Mega busca nas margens da BR-163 para encontrar assaltantes
Saúde
“Rastrear” é aposta para barrar o avanço do coronavírus em MS
Polícia
Corpo de criança de 2 anos é encontrado no Rio Paraguai
Cidade
Quarta-feira prazo final para quitação de licenciamento para placas final 9