Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Geral

STF condena Rita Lee a pagar R$ 7,3 mil para policiais que insultou

Cantora interrompeu um show em Sergipe se posicionando contra ação os policias entre o público

13 fevereiro 2020 - 19h35Sarah Chaves, com informações do Infonet

O Supremo Tribunal Federal (STF), condenou em decisão expedida na terça-feira (11), a cantora Rita Lee a pagar R$ 7.300 mil para 33 policiais militares que ela insultou durante um show em janeiro do ano passado em Aracaju, Sergipe.

No show que ocorreu durante o festival  Verão Sergipe, policiais faziam buscas por drogas entre o público, e foi quando Rita interrompeu a apresentação e passou a insultar os policiais, e ironizou os soldados, pedindo para eles se acalmarem e “fumarem um baseadinho”, e depois passou a agredi-los verbalmente, usando palavras como “cachorros” e “cavalos”. Após a confusão, ela chegou a ser detida

A decisão do STF  é final e não cabe mais recurso. A cantora tem prazo de 15 dias para fazer o pagamento — caso contrário, cabe multa de 10% sobre o valor.

Em abril, Rita havia sido condenada a pagar indenização por danos morais a cada PM no valor de R$ 5.000 mil. Com os valores corrigidos, a indenização a cada um dos 33 policiais militares será, agora, de R$ 7.300 reais para cada policial, de acordo com notícia do site sergipano Infonet.

No Twitter, a cantora expressou insatisfação com a decisão. “A truculência que houve no meu show foi igual a das recentes manifestaç?es. Me posicionei ao lado do público. Para safado, nenhum tost?o furado. Apenas minha silenciosa manifestaç?o anti vocês-sabem-quem. Quando a ditadura é um fato, a resistência é um dever”, escreveu.

A cantora se recusou a acompanhar os oficiais e também não quis falar com os jornalistas, que a esperavam para uma entrevista coletiva. Ela, então, foi processada por apologia ao crime e desacato a autoridade.

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Maria, que estava desaparecida, entra em contato com a família
Geral
Deputado quer instituir “Dia da Assembleia de Deus” no MS
Geral
Confira o calendário de pagamento do Bolsa Família para 2020
Geral
Caixa lança crédito imobiliário com taxa fixa a partir de 8% ao ano
Geral
Aeroporto opera sem atrasos e cancelamentos nesta manhã
Geral
Prazo para eleitor regularizar título termina em maio
Geral
Prefeitura inaugura primeiro parquinho de pneus na escola do campo
Geral
Novo sistema realizará pagamento instantâneo independente do horário
Geral
ACPD receberá metade do salário de Reinaldo
Geral
Vídeo - Policial tenta prender prefeita por passear no shopping

Mais Lidas

Geral
Maria, que estava desaparecida, entra em contato com a família
Geral
Deputado quer instituir “Dia da Assembleia de Deus” no MS
Polícia
Jovem é encontrado morto com corte no pescoço
Polícia
Criança é brutalmente agredida durante “esconde-esconde”