Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Interior

Homem matou ex-mulher para ficar com casa e morar com atual em Ivinhema

Iva de Souza, de 48 anos, morreu no último sábado, vítima de feminicídio

06 fevereiro 2023 - 11h27Taynara Menezes

Jorge da Silva Souza, de 33 anos, que matou sua ex-companheira Iva de Souza, de 48 anos, no último sábado (4), confessou que cometeu o crime para ficar com a casa e morar com sua atual mulher. A perícia encontrou sinais de enforcamento e luta corporal na vítima, além de um golpe de canivete.

A Polícia Militar divulgou, nesta segunda-feira (6), as pretensões do autor e relatou que por diversas vezes Jorge entrou em contradição ao explicar o cenário em que tudo foi encontrado pelos militares.

Inicialmente, ele afirmou que ao chegar na casa da ex-companheira, encontrou Iva sem os sinais vitais. Quando questionado sobre os ferimentos que estavam pelo seu corpo, relatou que havia entrado em uma briga com uma pessoa armada com uma faca em um bar próximo a residência.

Dessa forma, a equipe policial foi até o bar informado e obteve a informação de frequentadores do local, que não havia acontecido nenhuma briga no horário informado por José da Silva. Novamente questionado, o autor passou a entrar várias vezes em contradições, levantando a suspeita dos policiais.

Após ser encaminhado para uma unidade hospitalar, sob escolta dos militares, ele passou por atendimento médico e confessou o crime, dizendo que queria a casa onde Iva morava. Assim, ele foi preso em flagrante e depois encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema.

Relembre - Iva de Souza, de 48 anos, é possivelmente a mais nova vítima de feminicídio em Mato Grosso do Sul. Ela foi encontrada morta na noite do último sábado (4) e a perícia encontrou sinais de enforcamento e luta corporal em seu corpo.

A vítima foi encontrada morta e nua dentro de sua residência.

Preliminarmente, o laudo necroscópico da vítima apontou como causa morte esganadura, que é quando se constringe o pescoço da vítima com as mãos, bem como traumatismo craniano, devido à ação de objeto contundente sobre a cabeça da vítima.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Os donos da casa não estavam no local
Interior
Curto-circuito causa incêndio em residência em Chapadão do Sul
Ex-servidor do setor de Compras e Licitações de Sidrolândia, Tiago Basso -
Interior
JD1TV: Confira um dos depoimentos da delação em Sidrolândia
Acidente aconteceu durante a madrugada
Interior
Família escapa ilesa de acidente após Hilux atropelar vacas na BR-163, em Rio Verde
Hospital Municipal de Chapadão do Sul
Interior
Criança sofre queimaduras ao derrubar frigideira com óleo em escola de Chapadão do Sul
Situação beirava a escravidão em várias fazendas
Interior
Trabalhadores são resgatados vivendo em situação de escravidão em Corumbá
Briga aconteceu do lado de fora de uma escola
Interior
JD1TV: Aluna desmaia após ser espancada próximo a hospital de Ponta Porã
Imagem Ilustrativa
Polícia
Dono de floricultura fica em estado grave após ser esfaqueado durante discussão
Abandonadas pela mãe, crianças são resgatadas pela polícia em Paranaíba
Interior
Abandonadas pela mãe, crianças são resgatadas pela polícia em Paranaíba
Aparecida Graciano de Souza é acusada de homicídio qualificado -
Interior
Idosa acusada de matar e esquartejar marido em MS pede liberdade à Justiça
Samu precisou intubar a vítima ainda no local devido ao seu estado de saúde ser gravíssimo
Interior
Sequestrado, homem é largado em rua com pescoço quase degolado em Três Lagoas

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande