Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
(67) 99647-9098
TJMS topo
Justiça

Coffee Break coletará depoimentos de André, Olarte e vereadores

Audiências começarão em 16 de março e seguem até o dia 20

18 fevereiro 2020 - 11h26Joilson Francelino

O juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande, David de Oliveira Gomes Filho, publicou na segunda-feira (17) um cronograma de uma nova fase de audiências para ouvir os denunciados por improbidade administrativa, no âmbito da Operação Coffee Break.

De acordo com o documento, o primeiro a prestar depoimento será o ex-governador André Puccinelli, no dia 16 de março, quando também serão ouvidos o empresário Carlos Naegele, e os ex-vereadores Mário César da Fonseca e Flávio Cesar Mendes de Oliveira. Flávio hoje é secretário estadual adjunto de Governo.

No dia 17 será a vez dos empresários Raimundo Nonato de Carvallho, Luiz Pedro Gomes, do ex-procurador municipal André Scaff, do vereador Gilmar da Cruz e do ex-vereador José Airton Saraiva. Em seguida, no dia 18, os empresários João Alberto Krampe Amorim dos Santos e João Baird, o vereador Carlos Augusto Borges e o ex-vereador Waldecy Batista Nunes.

O ex-prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, falará no dia 19, assim como o vereador Eduardo Romero, Otávio Trad e o presidente da Câmara, João Rocha. Dia 20 estão programados os depoimentos dos ex-vereadores, Paulo Siufi, Edil Alburquerque e Jamal Salem. O senador Nelsinho Trad poderá escolher se prestará ou não depoimento.

A operação foi deflagrada em 2015 após suposto esquema de propinas e compra de voto na Câmara para cassar o mandato do então  prefeito Alcides Bernal. O caso foi rumoroso e em entrevista ao JD1 Notícias, na época, o promotor de Justiça Marcos Alex, que conduziu o caso, reconheceu que não chegaram ao “homem da mala”. Apesar disso o caso prosseguiu na Justiça, já com menos força e visibilidade.

Assembleia - Mais ALEMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Justiça Federal autoriza Cervejaria Bamboa a fabricar álcool em gel
Justiça
Gilmar Mendes decide manter recomendação de soltar presos devido à pandemia
Justiça
STF barra pagamento de dívida e MS terá R$ 30 milhões mensais para combate à epidemia
Justiça
Justiça absolve pastor vice-presidente de abrigo acusado de estuprar adolescente
Justiça
Defesa usa coronavírus para "soltar" Jamil e juiz nega pedido
Justiça
Cartórios suspendem atendimento presencial por tempo indeterminado
Justiça
Câmara de Vereadores fecha por tempo indeterminado em Dourados
Justiça
Liminar do TJ libera prisão domiciliar para devedores de pensão alimentícia
Justiça
OAB-MS suspende atividades para evitar contágio do coronavírus
Justiça
TJ-MS adia prova do concurso para titular de cartórios

Mais Lidas

Justiça
Justiça Federal autoriza Cervejaria Bamboa a fabricar álcool em gel
Geral
McDonalds doa refeições para profissionais da saúde na capital
Justiça
Gilmar Mendes decide manter recomendação de soltar presos devido à pandemia
Saúde
Com três novos casos, MS chega a 31 pessoas com coronavírus