Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Coluna social vira argumento do MP contra HC de Jamil

Defesa de empresário alega problemas de saúde e idade para livrá-lo do presídio

21 outubro 2019 - 11h15Da redação

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MP-MS) apresentou parecer para tentar impedir a substituição da prisão preventiva em domiciliar ao empresário Jamil Name, preso por chefiar uma milícia investigada por intermédio da Operação Omertá.

A defesa de Jamil defende a prisão domiciliar ao seu cliente por ser uma pessoa idosa, acometido de várias doenças e por esses motivos, inspira cuidados. Os advogados apresentaram laudos, porém o MP-MS, por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) sustenta diversos argumentos para rebater a necessidade da substituição, citando, inclusive, uma reportagem sobre o aniversário de 80 anos do empresário, que reforça o “bem estar” de Jamil.

A reportagem citada pelo MP, traz matéria do colunista Fernando Soares, na qual Jamil Name aparece saudável e com a legenda “firme e forte”, como pode ser vista na imagem abaixo:

O MP cita ainda um laudo médico elaborado pelo doutor Henrique Ferreira de Brito onde confirma que Jamil Name “encontra-se estável, com condições de realizar suas atividades de vida diária, contudo, com limitação de grandes esforços”.

No parecer, o MP reforça que “as penitenciárias federais possuem estrutura adequada, inclusive no que concerne a parte ambulatorial e alimentícia, notadamente pelo fato de que os internos, que estão recolhidos nesses estabelecimentos penais, recebem cuidados rotineiros e alimentação regrada por nutricionista, padronizada e adaptada por motivos de saúde”.

Assim como o pedido de substituição da prisão, o parecer do MP será analisado pelo juiz da 7ª Vara Criminal de Campo Grande, Marcelo Ivo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
MPF pede arquivamento de inquérito contra Adélio por facada em Bolsonaro
Justiça
Ex-pastor agressor recebe liberdade após reatar com vítima
Justiça
Justiça obriga empresa a pagar r$ 2 mil à aluno que não recebeu aulas do curso
Justiça
Comitê atua por melhorias na justiça de primeiro grau
Justiça
Ary Raghiant Neto será empossado Vice-Presidente do Conselho de Colégios da OAB do Mercosul
Justiça
Marelli prostesta título quitado e deve pagar R$ 10 mil por danos morais a cliente
Justiça
PF mira Roberto Jefferson, blogueiro, deputado de SP e empresário Luciano Hang
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Justiça
Ladário: Justiça suspende decreto que previa orações para conter pandemia
Justiça
Ao vivo: JD1 entrevista o novo Procurador-Geral de MS, Alexandre Magno

Mais Lidas

Geral
Filho de vereadora morre após passar mal em futebol
Cidade
Com a pandemia, mil trabalhadores já foram demitidos na rodoviária, alerta sindicato
Justiça
MPF pede arquivamento de inquérito contra Adélio por facada em Bolsonaro
Polícia
Após chamar Caio de “resto de incêndio”, Renatto fala em brincadeira diz estar arrependido