Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Justiça

INSS não pode interromper auxílio-doença sem nova perícia médica

Decisão do TRF3 pode abrir jurisprudência para casos similares

26 julho 2021 - 17h40Mériele Oliveira, com informações da assessoria


A Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) acatou recurso de beneficiária do INSS que solicitou restabelecimento do auxílio-doença após ter seu benefício interrompido sem que houvesse nova perícia médica para comprovar sua aptidão para retornar ao trabalho ou permanecer afastada. 

Ao ter o benefício cessado na esfera administrativa, a autora solicitou  à Justiça o restabelecimento, que foi negado pelo juízo de Direito da Vara Única de Nuporanga (SP). Ela informou, posteriomente, em recurso ao TRF3, que o benefício foi interrompido pelo INSS sem nova avaliação médica.

Para acatar o recurso, o desembargador federal, Newton de Lucca, relator do processo, levou em conta que o artigo 101 da Lei 8.213/91 autoriza a revisão do benefício por incapacidade no âmbito administrativo, porém, de acordo com o magistrado, o pedido de concessão de auxílio-doença foi julgado procedente em primeira instância, constando do acórdão que "deve ser mantido o auxílio-doença concedido em sentença enquanto perdurar a incapacidade, devendo ser comprovada mediante perícia médica."  

O relator observou, ainda, que a interrupção do benefício se deu de forma administrativa, sem a análise do Poder Judiciário. “Ao INSS compete observar a determinação judicial, sendo vedada a cessação do auxílio sem a realização da reabilitação profissional”, concluiu.

Agravo de Instrumento 5003290-78.2021.4.03.0000  

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Condenado a 12 anos de prisão, acusado de matar Marielle Vieira pode recorrer em liberdade
Justiça
Acusado de matar filha de policial com um tiro na nuca vai a júri popular
Justiça
Adolescentes acima de 12 anos devem portar RG ao viajar
Justiça
Ter item de cultivo de maconha para uso próprio não é crime, conclui STJ
Justiça
De hoje até sexta-feira é realizada a Semana Nacional de Conciliação
Justiça
Hospital é condenado a pagar R$ 100 mil após paciente morrer ao cair de leito
Justiça
Família terá que indenizar município em R$ 300 mil por demolição de casa histórica
Justiça
Apesar da recusa de Aras, STF autoriza investigação na Precisa a pedido da CPI
Justiça
Operação Omertà: Jamilzinho defende família e aponta dedos a policiais em oitiva
Justiça
MPF autoriza a venda de criptomoedas apreendidas em operação

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00