Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Justiça

Ministério Público oferece denúncia contra PM que matou empresário no Procon

MP afirma que José matou Caetano por motivo fútil e impossibilitou sua defesa

25 fevereiro 2023 - 16h30Pedro Molina

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MP/MS) ofereceu, nesta sexta-feira (24), denúncia contra o policial militar reformado José Roberto de Souza, que assassinou o empresário Antônio Caetano de Carvalho dentro do Procon/MS de Campo Grande dia 13 deste mês.

No documento, assinado pelo promotor Douglas Oldegardo Cavalheiro dos Santos, é detalhado que José matou Caetano por motivo fútil, além de impossibilitar sua defesa e estar portando arma “em desacordo com determinação legal ou regulamentar”.

“Consta dos inclusos autos de Inquérito Policial que o denunciado Jose Roberto de Souza praticou o homicídio impelido por motivo fútil, posto que matou a vítima somente porque tiveram desavenças comerciais referentes aos serviços prestados pela vítima no automóvel do denunciado”, diz trecho do documento.

O documento ainda impõe que seja fixada na sentença “valor mínimo para reparação de danos causados pelas infrações”.

Assassinato no Procon

O empresário Antônio Caetano de Carvalho foi assassinado na manhã do dia 13 de fevereiro com um tiro na testa após se desentender com o policial militar reformado José Roberto de Souza durante uma audiência de conciliação.

Logo após o crime, José fugiu da cena do crime e só se entrou à polícia no dia 16, onde foi interrogado e encaminhado para o presídio militar da Capital.

Seu advogado de defesa afirmou, em coletiva de imprensa, que o ex-PM agiu por “instabilidade mental”.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios insiste em julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos quer que processo sobre Omertà fique em MS
Ex-servidor do setor de Compras e Licitações de Sidrolândia, Tiago Basso -
Interior
JD1TV: Confira um dos depoimentos da delação em Sidrolândia
Oi S/A -
Justiça
Recurso do MP pede devolução em dobro de ICMS cobrado indevidamente pela Oi em MS
Local periciado
Cidade
MP recorre contra absolvição de 'Xande' acusado de matar adolescente em Campo Grande
Estado deve pagar R$ 108 mil à família de PM morto por covid-19 em MS
Justiça
Estado deve pagar R$ 108 mil à família de PM morto por covid-19 em MS
Ex-major Sergio Roberto de Carvalho
Justiça
TJ nega recurso e mantém absolvição de integrantes do grupo 'Major Carvalho'
AO VIVO: STF retorna julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha
Justiça
AO VIVO: STF retorna julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha
Dívidas com a Justiça poderão ser pagas de forma parcelada no crédito em MS
Justiça
Dívidas com a Justiça poderão ser pagas de forma parcelada no crédito em MS

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande