Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 99647-9098
Saúde

Acidentes com escorpiões são mais comuns no verão

Ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões

12 janeiro 2019 - 09h01Da redação com Agência Brasil

O período do verão, entre dezembro e março, exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas.

O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões. “Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes”, informou.

Populações mais expostas

Os grupos considerados mais vulneráveis são trabalhadores da construção civil, crianças e demais pessoas que permanecem grande parte do tempo dentro de casa ou nos arredores e quintais. Nas áreas urbanas, também estão sujeitos a picadas trabalhadores de madeireiras, transportadoras e distribuidoras de hortifrutigranjeiros, que manuseiam objetos e alimentos onde os escorpiões podem estar escondidos.

Acidentes

A maioria dos acidentes com escorpiões, segundo a pasta, é leve, com quadro de início rápido e duração limitada. Nessas situações, a pessoa apresenta dor imediata, vermelhidão, inchaço leve por acúmulo de líquido e sudorese localizada, com tratamento sintomático.

As recomendações incluem ir imediatamente ao hospital de referência mais próximo e, se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie. Limpar o local da picada com água e sabão, de acordo com o ministério, pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida ao serviço de saúde.

A lista de hospitais de referência para utilização do soro antiescorpiônico pode ser acessada aqui.

Números

Dados do ministério mostram que, em 2018, foram contabilizados 141,4 mil casos de acidentes com escorpiões no Brasil. Em 2017, foram 125 mil registros. Os números, de acordo com a paasta, ainda são preliminares e serão revisados. Em 2016, foram 91,7 mil notificações. Em relação às mortes, 115 óbitos foram registrados em 2016 e 88 em 2017.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Fumacê percorre 12 bairros nesta quinta-feira
Saúde
Aumentam casos de dengue e gastroenterite nos Prontos Atendimentos
Saúde
Confira a escala médica desta quarta-feira
Saúde
Investimentos na saúde já passam dos R$ 125 milhões, em 2019
Saúde
Escala médica mostra três UPAs com atendimento clínico e pediátrico
Saúde
Após “falta” de pediatra em UPA, Sesau quer deixar médicos de sobreaviso
Saúde
Fumacê percorre 14 bairros nesta segunda-feira
Saúde
Nesta segunda-feira, duas UPAs têm atendimento completo durante o dia
Saúde
Pacientes com Down merecem atenção especial no dentista
Saúde
Hospital Regional produz um milhão de refeições por ano

Mais Lidas

Geral
Veja como se cadastrar para concorrer a sorteio de casas da Agehab
Polícia
Morre borracheiro que levou tiros nas costas, braço e rosto
Polícia
Mãe e pai são assassinados na frente dos filhos
Polícia
Homem leva tiros nas costas, braço e rosto em MS