Menu
Busca segunda, 19 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Saúde

Acidentes com escorpiões são mais comuns no verão

Ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões

12 janeiro 2019 - 09h01Da redação com Agência Brasil

O período do verão, entre dezembro e março, exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas.

O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões. “Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes”, informou.

Populações mais expostas

Os grupos considerados mais vulneráveis são trabalhadores da construção civil, crianças e demais pessoas que permanecem grande parte do tempo dentro de casa ou nos arredores e quintais. Nas áreas urbanas, também estão sujeitos a picadas trabalhadores de madeireiras, transportadoras e distribuidoras de hortifrutigranjeiros, que manuseiam objetos e alimentos onde os escorpiões podem estar escondidos.

Acidentes

A maioria dos acidentes com escorpiões, segundo a pasta, é leve, com quadro de início rápido e duração limitada. Nessas situações, a pessoa apresenta dor imediata, vermelhidão, inchaço leve por acúmulo de líquido e sudorese localizada, com tratamento sintomático.

As recomendações incluem ir imediatamente ao hospital de referência mais próximo e, se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie. Limpar o local da picada com água e sabão, de acordo com o ministério, pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida ao serviço de saúde.

A lista de hospitais de referência para utilização do soro antiescorpiônico pode ser acessada aqui.

Números

Dados do ministério mostram que, em 2018, foram contabilizados 141,4 mil casos de acidentes com escorpiões no Brasil. Em 2017, foram 125 mil registros. Os números, de acordo com a paasta, ainda são preliminares e serão revisados. Em 2016, foram 91,7 mil notificações. Em relação às mortes, 115 óbitos foram registrados em 2016 e 88 em 2017.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
João Gordo recebe alta do hospital após 10 dias internado
Saúde
Após tocar em médico infectado com sarampo, pessoas são vacinadas em MS
Saúde
Palestra sobre células-troncos e dentes de leite ocorrerá na ABO-MS
Saúde
UPAs Universitário e Coronel Antonino atendem com oito pediatras nesta manhã
Saúde
Novas ambulâncias serão entregues nesta sexta em Campo Grande
Saúde
Dez pediatras e 41 clínicos atendem nesta manhã na capital
Saúde
CCZ alerta para aumento de acidentes com escorpiões na capital
Saúde
Projeto de prevenção ao uso de drogas por gestantes ganha reforço de R$ 6 mi
Saúde
Marquinhos entrega reforma de unidade de saúde no Seminário
Saúde
Nove pediatras atendem em duas UPAs nesta manhã

Mais Lidas

Polícia
Vídeo - Motociclista bate em ônibus e morre no local
Internacional
Homem bomba mata 63 pessoas em festa de casamento
Polícia
Polícia encontra ponto de venda de drogas em falsa empresa de reciclagem
Geral
Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose