Menu
Busca domingo, 19 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Saúde

Confusão na Santa Casa: contrato com Unimed é rompido e médicos “se demitem”

Duas situações diferentes que movimentaram o hospital no final de semana

06 maio 2019 - 10h12Rayani Santa Cruz

A Santa Casa de Campo Grande optou pelo descredenciamento da Unimed em seu quadro de atendimentos a planos de saúde, e os pacientes da rede não terão mais assitência a partir do dia 13 de maio. 

Ao JD1 Notícias, o hospital informou que foi dado um prazo para resolução de problemas a fim de tentar diminuir os prejuízos, como valores de consultas e atendimentos; após um ano, não houve a melhora da tabela e resposta do plano. Com isso, o rompimento foi anunciado pela Santa Casa.

Ainda conforme hospital, uma reunião para tratar sobre o impasse que estava marcada para esta segunda-feira (6), foi cancelada pela Unimed. Dessa maneira, o hospital entende que a parte também não deseja manter o atendimento na unidade.

Em nota oficial, a Unimed afirmou que “recebeu solicitação de descredenciamento por parte da Santa Casa e que os atendimentos aos clientes Unimed findarão nesse prestador, inclusive no Prontomed, a partir do dia 13 de maio de 2019. Os atendimentos realizados na Santa Casa serão redirecionados para o Hospital Unimed Campo Grande e aos demais prestadores credenciados”.   

Outra situação que movimentou o hospital no final de semana foi em relação a médicos cirurgiões que atendem no local. 21 profissionais haviam elaborado uma carta pedindo 87% de aumento, dentre outras coisas. Segundo o hospital, os profissionais redigiram o informativo no dia 2 de abril e a carta chegou às mãos da diretoria no dia 3, sendo que havia descrito que se as exigências não fossem atendidas “eles encerrariam as atividades” no local a partir de sábado (4).

Antecipando a falta de médicos, a Santa Casa contratou outros profissionais para substituir os 21 que teriam avisado sobre sua saída, caso não tivesse as solicitações atendidas. “A Santa Casa fez uma contraproposta de 15% de aumento, que não foi aceita. Prevendo a saída dos médicos, acabamos contratando”.

Em meio a confusão, muitos dos novos contratados não compareceram e os cirurgiões, acabaram retornando aos serviço no sábado. Eles decidiram retomar as negociações, que devem ser realizadas nesta semana. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Força-tarefa inspeciona mais de 19 mil residências em Campo Grande
Saúde
UPA's terão quadro de clínicos gerais completo na manhã deste sábado
Saúde
Narguilé mata mais que acidente de trânsito no Brasil, diz pneumologista
Saúde
Prefeitura deflagra megaoperação contra dengue na capital
Saúde
Jovem que foi preso com anabolizantes agora dá dicas de como ter “shape natural”
Saúde
Novo caso de doença por uso de Narguile acende alerta
Saúde
Hospital de Câncer empossa nova diretoria amanhã
Saúde
Nove pediatras antenderão nesta manhã de quinta-feira
Saúde
Moradores recusam visita de agentes e índice de dengue aumenta
Saúde
Novos médicos são convocados pela prefeitura da capital

Mais Lidas

Internacional
Brasil assina acordo agrícola com Alemanha
Internacional
Rainha aprova saída de Harry e Meghan, mas com uma condição
Política
Prazo para regularização do título termina em maio
Internacional
Morre menor homem do mundo com 27 anos e 67 centímetros