Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Saúde

Prefeitura inicia combate a escorpião em áreas de risco

Só nos primeiros 15 dias, 19 pessoas foram picadas por um escorpião

24 janeiro 2020 - 13h57Jônathas Padilha, com informações da assessoria

A Prefeitura de Campo Grande intensificou nesta sexta-feira (24) os trabalhos de manejo e controle preventivo da equipe do Serviço de Controle de Roedores e Animais Peçonhentos (Scraps) por conta do aumento da aparição de escorpiões em diversas regiões da cidade.

A bióloga Christianne Eufrasio de Medeiros Brandão, gerente-técnica do Scraps, explicou que essas visitas são feitas de acordo com um cronograma baseado nas solicitações feitas ao serviço.

Na manhã desta sexta, os agentes iniciaram a ação com visitas nos imóveis dos bairros Jardim Panamá, Zé Pereira e Vila Alba. Consistindo o trabalho na vistoria das residências, aplicação de inseticida, com eficácia comprovada de 90%, e orientação sobre as medidas preventivas.

Christianne explicou que os cidadãos devem vedar os locais, como vãos, frestas e ralos com telas de proteção, para impedir que os animais entrem nas casas. Além disso, a população deve manter os quintais limpos, já que assim como as baratas, esses animais estão procurando abrigo e alimentos.

A espécie mais encontrada na região urbana é o escorpião amarelo, Tityus serrulatus, que busca abrigos em vários lugares, como em locais com muito lixo, resto de materiais para construção e nas redes de esgoto, sendo através desse que entram nas residências.

Ainda tomando esses cuidados, caso o morador encontre algum desses animais em casa, é recomendado recolher o escorpião em algum recipiente fechado e levá-lo até o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

O proprietário do imóvel também pode solicitar uma inspeção na sua residência, contatando pelo telefone 3313-5026, horário comercial, ou no 3313-5000. O dono também pode ir até o balcão da recepção do CCZ e pedir a inspeção.

Caso alguma pessoa seja picada por um escorpião ou qualquer outro animal peçonhento, ela deve ser encaminhada imediatamente a uma unidade de saúde. Somente nos primeiros 15 dias deste ano, 19 incidentes foram registrados em Campo Grande.

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
José Mauro descarta suspeita de coronavirus em Campo Grande
Saúde
Vacinação contra sarampo para crianças segue até 13 de março
Saúde
Fumacê passará em quatro bairros nesta quarta
Saúde
Assembleia realizará audiência com relatórios da saúde nesta quinta
Saúde
Suposta vítima de coronavírus no MS diz que está apenas "resfriado"
Saúde
MS em alerta , suspeita de coronavírus em Ponta Porã
Saúde
Após contraprova, confirmado primeiro caso do coronavírus no Brasil
Saúde
Prefeitura capacita trabalhadores para combate ao Aedes aegypti
Saúde
Sesau divulga resultado final da prova de residência
Saúde
Fumacê passará em quatro bairros nesta quinta

Mais Lidas

Geral
Câmara emite moção de pesar pela morte de Dirceu Lanzarini
Polícia
Onça morre tropelada e será usada em oficina de educação ambiental
Saúde
José Mauro descarta suspeita de coronavirus em Campo Grande
Polícia
"Polícia aqui nóis mata", diz meliante antes de tentar fugir da PM