Menu
Busca segunda, 20 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Saúde

Prefeitura prevê imunizar 2.300 indígenas contra a Covid na capital

Já foram vacinados 650 indígenas aldeados

12 abril 2021 - 11h30Da redação, com informações da Assessoria

Campo Grande deve imunizar  2.300 indígenas que vivem em aldeias urbanas e comunidade nesta semana. A ação promovida pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Com início no domingo, já foram vacinados 650 indígenas aldeados. A Capital de Mato Grosso do Sul é um dos primeiros municípios do país a realizar a imunização de indígenas não aldeados, que vivem em áreas urbanas. A vacinação ocorreu na Aldeia Urbana Marçal de Souza, Bairro Tiradentes.

O prefeito Marquinhos Trad falou que a ação é um ato em favor da vida. “Através do diálogo, ouvindo o apelo das lideranças, chegamos a um consenso da necessidade de incluir estas pessoas dentro do cronograma de vacinação. O fato de residirem na cidade não as fazem menos suscetíveis do que os seus parentes que vivem na zona rural. A proteção através da imunização é muito importante para eles, assim como para toda à população campo-grandense”, ponderou.

Subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos (SDHU), Amadeu Borges explica que desde fevereiro a subsecretaria estava em contato direto com a Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), para intervir junto ao Governo do Estado as doses para a comunidades de Campo Grande. “Na última quinta-feira recebemos o comunicado do secretário Robson Santos da Silva (Sesai) informando que estava autorizado as doses para indígenas do contexto urbano, que são responsabilidade de estados e municípios”.

A Coordenadoria de Defesa da População e Comunidade Indígena explica que o número de doses é representativo, porém está em andamento a atualização de um cadastro da população indígena por meio da SDHU. “Vamos pleitear novas doses para a população indígena de Campo Grande, mediante um cadastro que estamos realizando em nossas aldeias, com a colaboração dos caciques. Esse cadastro não será usado somente para fins de vacinação e sim para todo um censo relacionado às comunidades indígenas”, explica Claudély Mendes, coordenadora municipal de Defesa da População e Comunidade Indígena de Campo Grande.

Ainda segundo a coordendora, hoje Campo Grande tem 20 aldeias em seu território, sendo oito reconhecidas pela prefeitura, duas em fase de reassentamento e 10 em aglomerados.

 

 

 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Campo Grande aplica apenas 2ª dose da vacina contra Covid-19, nesta segunda-feira
Saúde
Fila do transplante de órgãos tem 428 pessoas em MS
Saúde
Confira: domingo terá vacinação contra a covid-19 só em dois locais
Saúde
Domingo será aplicada a dose de reforço contra a Covid em idosos de 65 anos
Saúde
No Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, desafio tenta incentivar novas doações
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Saúde
MS recebe mais de 106 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado
Saúde
Correndo risco de morte, criança espera cirurgia de hérnia desde que nasceu
Saúde
Quatro UPAs não terão pediatra durante este sábado; confira
Saúde
Dose de reforço será para pessoas de 65 anos ou mais neste sábado

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: Vulcão entra em erupção nas Ilhas Canárias
Polícia
Mulher é sequestrada no Itanhangá Park e família paga R$ 18 mil em resgate
Oportunidade
Concurso da Caixa Econômica tem vagas para MS e salário de R$3 mil
Geral
Criança de 5 anos morre em acidente na MS-141