Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

Desconto em novo Refis da prefeitura pode chegar a 90%

O projeto foi aprovado pelos vereadores e segue para sanção do prefeito

11 junho 2019 - 18h33Joilson Francelino, com informações da assessoria

O projeto do Executivo municipal para instituir o Programa de Pagamento Incentivado (PPI), conhecido como Refis, foi aprovado em regime de urgência nesta terça-feira (11), pelos vereadores de Campo Grande.

O objetivo é dar oportunidade para os contribuintes campo-grandenses quitarem suas dívidas com o município, na condição de que o fato gerador tenha ocorrido até 31 de dezembro de 2018, estando estes inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou não, com exigibilidade suspensa ou não.

O programa inicia-se no dia 1º de julho e termina no dia 12 de agosto. Com a emenda dos vereadores, os descontos previstos são de até 90% da atualização monetária, dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa, quando houver, no caso de pagamento à vista. Para o parcelamento em até seis meses, a remissão chega a 75%. Já para quem dividir os débitos em 12 vezes, o desconto será de 30%.      

O presidente da Casa de Leis, vereador Prof. João Rocha, destacou que se trata de oportunidade para o cidadão renegociar as dívidas e ficar em dia com o Fisco. “No começo do ano, as pessoas têm várias despesas, o ‘cobertor é curto’ e não é possível fazer frente a todas as contas. É uma oportunidade para que o cidadão de bem cumpra suas obrigações. Fizemos emenda pela Casa, aumentando em 10% todos os descontos sobre os juros de mora. Isso é conquista desta Casa, junto ao Executivo, que conseguirá arrecadar mais e, assim, aplicar bem os recursos”, disse.

Rocha lembrou que a prefeitura está enfrentando dificuldades financeiras em decorrência da crise e que a aplicação dos recursos arrecadados será revertida para a cidade. “O projeto é bom para o cidadão, bom para o Executivo e esse recurso vai retornar ao campo-grandense em forma de benefícios e obras”, afirmou.

O projeto segue para a sanção do prefeito Marquinhos Trad e precisa ser publicado no Diário Oficial para entrar em vigência.

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Marquinhos e Fiorese vistoriam obra na Vila Marly
Cidade
Prefeitura recebe R$ 1,4 milhão para obras na Ernesto Geisel
Cidade
Corpo de Bombeiros Militar dá dicas de segurança para o feriado prolongado
Cidade
Vídeo - Máquinas trabalham na drenagem no Parque das Nações
Cidade
Fiéis começam a montar tapetes de Corpus Christi, na 13 de maio
Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de unidades habitacionais na capital
Cidade
Capital terá 15 espaços públicos revitalizados
Cidade
Sem a obrigatoriedade, a tendência é a redução do uso dos simuladores em MS
Cidade
Campo-grandenses se unem e ajudam família que caiu em golpe da falsa encomenda
Cidade
Sem qualquer indicativo de velocidade, radar funciona desde março

Mais Lidas

Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de unidades habitacionais na capital
Cidade
Campo-grandenses se unem e ajudam família que caiu em golpe da falsa encomenda
Polícia
Pai mata filho de 7 anos após convencê-lo de que brincariam juntos
Polícia
Vídeo: Homem é executado por pistoleiros em oficina