Menu
Busca sexta, 19 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

Cena Som apresenta a peça 'Socorro, minha casa é uma comédia'

17 maio 2012 - 09h34Divulgação

O Grupo Teatral Palco, Sociedade Dramática realiza no Cena Som desta quinta-feira (17), o espetáculo “Socorro, minha casa é uma comédia", às 20 horas, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A peça tem classificação de dez anos e duração aproximada de 60 minutos.

O enredo da peça é sobre uma família brasileira com seus problemas e costumes. Os espaços "apertados" que uma família de classe média baixa divide numa casa de conjunto habitacional compõem o cenário e o universo dessa comédia que trata de assuntos tão complexos, mas de forma bem humorada e inteligente.

Socorro é uma típica dona de casa frustrada por não ter alcançado seus maiores sonhos: o amor sublime e uma clamorosa e consagrada vida de atriz de televisão. Ao lado do pouco estudo e raras expectativas, projeta agora seus sonhos nos filhos. O marido, comprometido com o Bar da Esquina e a mãe, alienada o dia todo na frente da televisão, Socorro não tem com quem dividir suas esperanças.

Escrita e dirigida por Espedito Montebranco, tem no elenco: Camilah Brito, Jurema de Castro, Rodrigo Copat e o próprio autor, além de operação de sonoplastia e luz de Claudeir Dilly Silvério. O espetáculo é uma produção do Grupo Teatral Palco Sociedade Dramática e da Associação Artística Cultural Palco de Artes Cênicas, Esporte, Lazer e Promoção Social (AACP).

Definido pelo próprio autor, diretor e ator, Espedito Montebranco, como uma "comédia popular brasileira", o espetáculo discute e mostra ao público as contradições, medos, violência urbana, convívio social, preconceito, machismo, homossexualismo e religião, além das influências da mídia, temperando estes relacionamentos, mas, tudo, com "muito bom humor".  Um dos pontos altos da comédia é o fato de chamar a atenção dos espectadores para a influência que a televisão exerce e interfere sobre a família e no cotidiano das pessoas.

Na peça, os atores Camilah Brito, Espedito Montebranco, Jurema de Castro e Rodrigo Copat, vivem os personagens Dona Genésia (aposentada), Socorro (dona da casa), Gervásio (marido gaúcho de Socorro) e os filhos Luiz e Lúcio Mauro (adotivo) e um morador estranho o "mosquito da dengue", que tentam conviver dentro de uma casa de conjunto habitacional num bairro simples de periferia.

Serviço
O ingresso tem valor de R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia). A meia-entrada é valida para estudantes, professores, doadores de sangue e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre a Calógeras e a 14 de Julho.

Via Notícias MS

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Balneários municipais de MS são opções para passar o feriadão
Geral
Curso grátis de fotografia é aberto no MIS
Cultura
Semana cultural tem cinema e música instrumental no Sesc
Cultura
Bosque dos Ipes abre espaço para exposição indígena
Cidade
Praça Ary Coelho vira palco de muita música e atrações neste sábado
Cultura
No Autódromo, Marquinhos ressalta turismo de eventos
Cultura
Sesc Morada dos Baís recebe "Festival de Polca e Guarânia"
Cultura
Festival do Peixe tem "Feira Cristã" em Campo Grande
Cultura
Museus brasileiros aparecem em lista dos 100 mais visitados do mundo
Cultura
Cine Sesc terá documentário sobre violência contra índios e drama francês

Mais Lidas

Polícia
Empresário e funcionário morrem eletrocutados durante trabalho
Justiça
Julgamento de juiz é adiado
Polícia
Motorista é encontrado morto com 14 facadas
Justiça
Ação penal contra Puccinelli é suspensa pelo TRF3