Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Cultura

Contemplado pela Funarte, 'Choro da Alma' será apresentado no Centro Cultural com entrada franca

23 setembro 2013 - 11h37Via Notícias MS
Com a ideia de fomentar a dança e estimular a formação de plateia, o grupo cuiabano Digoreste Produção Cultural, em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, apresenta nesta segunda-feira (23), às 19h30, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo o espetáculo “Choro da Alma”. O evento tem entrada franca, duração aproximada de 60 minutos e classificação livre.

Premiado pela Funarte, o espetáculo é inspirado na história da Dança do Chorado, que teve sua origem ligada ao sofrimento das mulheres negras de Vila Bela da Santíssima Trindade, a primeira capital de Mato Grosso.

O chorado, segundo os moradores de Vila Bela, surgiu do sofrimento das mulheres negras. As escravas, ao verem os filhos e maridos sendo castigados, dançavam para agradar os senhores. Em troca, conseguiam aliviar o sofrimento de seus familiares. Esta é a origem. A história é transmitida, com muito orgulho, de pai para filho na comunidade.

“Popular como a dança do chorado. Erudito como a dança contemporânea. Choro da Alma é, ao mesmo tempo, uma expressão de sofrimento, alegria, sensualidade, misticismo e luta do povo vilabelense”, descreve o grupo Digoreste Produção Cultural.

A circulação do espetáculo é resultado do incentivo concedido pelo Ministério da Cultura por meio do Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna/2012, que investiu R$ 6 milhões em 81 projetos de todo o país. Choro da Alma foi o único projeto selecionado de Mato Grosso.

O espetáculo recebeu o prêmio da Funarte pela primeira vez em 2010 para a montagem e circulação regional do espetáculo, que resultou nas apresentações que passaram pelos municípios de Cuiabá, Poconé e Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, no ano de 2011. O prêmio concedido em 2012 é para a realização da circulação nacional. Graças ao incentivo, o espetáculo já se apresentou em Cuiabá e Rondonópolis, em Mato Grosso. Ainda realiza apresentações em Campo Grande (MS) e Porto Seguro (BA).

Para a realização das apresentações, Choro da Alma conta ainda com o apoio de Mabu Costa Brasilis Resort, Restaurante O Cantinho, Hiald Iluminação, Sesc Mato Grosso, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Centro de Cultura de Porto Seguro e do ator e produtor cultural Adriano Cutrim, por meio da campanha “Vá ao Teatro e me Leve Junto”, de Porto Seguro.

Equipe
A coreógrafa Rachel Galesso assina a direção e a coreografia do espetáculo. A atuação fica por conta dos bailarinos Edilberto Magalhães, Fábio Alino e Lívia Amorim. Aline Wendpap assina a direção artística. A criação e a produção do espetáculo são da Digoreste Produção Cultural.

A Digoreste é um grupo que surgiu em 2010 com o intuito de produzir ações culturais em diversos segmentos. O grupo já recebeu, por duas vezes, o prêmio Klauss Vianna, um dos mais importantes do cenário da dança no Brasil.

Serviço
Outras informações sobre as apresentações podem ser obtidas pelo telefone (65) 9267-9635 ou por meio da página do espetáculo na internet: facebook.com/chorodaalma.

O Centro Cultural José Octávio Guizzo fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho. O telefone para contato é 3317-1795. A entrada é franca.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Fim de semana: Som da Concha, shows de rock, sertanejo e MPB agitam a Capital
Cultura
O adeus a uma lenda do blues sul-mato-grossense: Zé Pretim é encontrado morto em casa
Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cultura
Som da Concha recebe General R3 and the Black Family neste sábado
Vídeos
Vídeo: Inês Brasil é ‘expulsa’ de “A Fazenda” e viraliza nas redes sociais
Cultura
Vídeo: Dupla Índio e Half chega ao fim após 15 anos
Cultura
Programa MS Cultura Cidadã encerra inscrições na sexta
Cultura
Inscrições para Prêmio Ipê de Teatro podem ser feitas até outubro
Cultura
Som da Concha será híbrido e pode ter público de até 238 pessoas
Cultura
Exposição fotográfica Momentum é lançada nesta sexta-feira

Mais Lidas

Vídeos
Vídeo: Corna arrasta 'Ruivinha' pelos cabelos após descobrir traição
Geral
Mãe lamenta morte de jovem que bateu em caçamba de entulhos
Geral
Abandonada por amigos em deserto, brasileira morre de fome e sede
Polícia
Idoso de 68 anos toma muito 'azulzinho' e morre em motel