Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Cultura

Contemplado pela Funarte, Tudo Porã por Aqui será apresentado no Centro Cultural

08 setembro 2013 - 11h23Via Notícias MS
Contemplado pelo Prêmio Myrian Muniz/Funarte 2012, o espetáculo Tudo Porã por Aqui encerra na terça-feira (10), às 20h30, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo, o circuito nacional de apresentações. A encenação conta com a parceria da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, tem duração aproximada de 60 minutos e classificação de 12 anos.

“Porã”, dialeto dos povos guaranis e tão presente na cultura de Mato Grosso do Sul, traduz a simplicidade e a delicadeza com as quais foi construído o espetáculo Tudo Porã por Aqui, de Emmanuel Marinho, poeta, ator e educador de Dourados e uma das principais referências da atual produção cultural de Mato Grosso do Sul.

Campo Grande foi a cidade escolhida pelo poeta para finalizar o circuito nacional, que estreou em junho, em São Paulo, no Centro Internacional do Teatro e após uma temporada na capital mineira seguiu para o Rio de Janeiro, ficando em cartaz no Teatro Dulcina.

Com momentos de humor sutil, outros de puro lirismo, Tudo Porã por Aqui revela a criação do poeta que canta sua terra com olhar em favor do mundo e consagra a partilha em uma roda de tereré plena de poesia. Por onde apresentou este trabalho encantou o público e mergulhou fundo no encantamento das palavras.

O espetáculo tem direção, encenação e atuação de Emmanuel Marinho, direção de ator de Nill Amaral, figurino de Cello Lima, desenho de Luz de Adriana Ortiz, preparação corporal de June Torres, design de Thalles Pimenta, produção executiva de Bazar de Poesia e produção local de Tetê Iriê.

Trajetória
O poeta, ator e educador Emmanuel Marinho pesquisa linguagem do teatro e elementos da cultura regional. Pós-Graduado em Teatro pela UFRJ, retornou em 1993 para sua cidade natal, Dourados/MS, onde mantém repertório marcado pela criação de linguagem singular de encenação.

Marinho pesquisou as linguagens do teatro durante o curso de pós-graduação em Artes Cênicas da UFRJ, entre 1988 a 1990, tendo como mestres Aderbal Freire Filho, Gerd Bornhein, Angel Vianna, Fernando Pamplona, Roberto Machado, dentre outros, o que resultou no trabalho: “Partitura para corpo e palavras”, com orientação de Angel Viana. O estudo serviu como base para criação, dentre outros, da trilogia de espetáculos solos para teatro e poesia: “Margem de Papel”, “O Encantador de Palavras” e “Satilírico”.

Instigado com o resultado dos trabalhos recebidos com entusiasmo pelo público e crítica, criou o espetáculo “Porã”, cuja releitura recebeu o nome de Tudo Porã por Aqui, com estreia em 27 de março de 2012, na abertura do Festival do Movimento Teatral de Dourados, ano em que ganhou o Prêmio de Circulação Teatral da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul para apresentação em seis cidades do interior do Estado.

Participou de diversos festivais de teatro nacionais - Porto Alegre em Cena, Festival Internacional de Teatro de Londrina, Cena Contemporânea/Brasília, Mercado Cultural/Salvador/BA, Campina Grande/PB, assim como de cidades da América Latina e Europa.

Em 2006, com a criação da Universidade Federal da Grande Dourados/UFGD, foi convidado para ser diretor de cultura da instituição, para qual formulou projeto pedagógico do curso de teatro, concebendo ainda o Festival Internacional de Teatro de Dourados, já em sua 5ª edição, entre tantos outros projetos fundamentais para a comunidade.

Serviço
Ingressos nos valores de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). A meia-entrada é valida para estudantes, professores, doadores de sangue e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Polícia
Queda de árvore queimada em rodovia causa acidente que deixa 12 mortos
Clima
Chuva foi pequena, mas ocorreu em 21 municípios de MS
Vídeos
AO VIVO: Acompanhe a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS