Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Esportes

A 3 dias da última chance, Palmeiras tem 13 jogadores machucados

15 novembro 2012 - 12h53Reprodução/Uol

O Palmeiras tem o jogo que pode ser o último que ainda signifique alguma coisa para o time neste ano. Diante do Flamengo, no domingo, em Volta Redona, a equipe não pode perder e ainda precisa secar Bahia, Sport e Portuguesa, os adversários diretos na luta contra a queda. Só assim o time volta a São Paulo com chances de fazer a partida diante do Atlético-GO ter algum valor. Para essa importante missão, o técnico Gilson Kleina tem um time completo de problemas. Com direito até a reservas.

Isso porque o médico poderia até comandar o time do departamento caso conseguisse algum goleiro. Correa, Henrique, Thiago Heleno e Leandro; Fernandinho, Wesley, João Denoni, Valdivia e Patrick Vieira; Betinho. Para o banco de reservas, o doutor ainda poderia contar com Leandro Amaro e Daniel Carvalho no banco de reservas.

Isso sem contar Luan, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e também não viajará com a delegação para Volta Redonda.

Esse caminhão de problemas faz o gerente de futebol, César Sampaio, elogiar o trabalho de Kleina, que tem enfrentado este mesmo tipo de dúvidas desde que desembarcou no Palestra Itália. O ex-volante afirma que tem confiança de que o treinador dará a volta por cima e conseguirá fazer o time repetir as atuações alviverdes diante do Botafogo e Fluminense. 

"O Kleina tem feito um trabalho brilhante. A gente pôde ver, literalmente, a mão do treinador no jogo contra o Fluminense. A gente não venceu, eu sei, mas fiquei muito satisfeito com o que vi nos últimos dois jogos e não fomos merecedores da derrota", disse Sampaio, que falou sobre o jogo do Flamengo. "A gente está se concentrando durante essa semana para aquela que pode ser a nossa última chance, por isso optamos pelo sigilo e pelos treinos fechados".

Kleina podia ainda ter mais problemas. Vários jogadores também têm problemas, mas enfrentam as dores para poder entrar em campo. Esse é o caso de Maurício Ramos, Marcos Assunção e até Hernán Barcos, que não esconde o cansaço pela desgastante rotina que tem cumprido com a camisa palmeirense e também a argentina.

Via Uol

Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Nesta terça, Libertadores tem rodada com Palmeiras, Flamengo Internacional e Santos
Esportes
Morre o jornalista esportivo Fernando Caetano, ex-Fox Sports e ESPN
Esportes
Em busca da Champions League, Neymar renova contrato com o PSG até 2025
Esportes
AGORA É LEI: Atividade física é serviço essencial em MS
Esportes
Times brasileiros voltam a campo nesta quarta pela Libertadores e Sul-americana
Esportes
Atual campeão da Libertadores, Palmeiras recebe Del Valle pela 2ª rodada da competição
Esportes
Pista de skate improvisada por garotos do Aero Rancho é destruída
Esportes
Aos 16 anos, ciclista Chapadense assina contrato com Portugal
Esportes
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada
Esportes
Vídeo: polícia usa bala de borracha durante confusão no Campeonato Sul-Mato-Grossense

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio