Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Esportes

Claudinei Oliveira estreia na Vila com a mesma equipe

22 abril 2014 - 11h31Via Terra
O treinador Claudinei Oliveira assumiu o Paraná na quarta-feira passa e, dois dias depois, já estava no banco de reservas, com ajuda do auxiliar Luciano Gusso, para comandar a vitória por 2 a 0 contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão.

Depois da estreia fora de casa, agora é a vez do técnico do clube encontrar o torcedor tricolor. Nesta terça-feira, no Estádio Durival Britto e Silva, a equipe paranaense enfrenta a Ponte Preta, pela segunda fase da Copa do Brasil, no jogo de ida.

De acordo com Oliveira, a vitória em seu primeiro jogo dá moral. “Você tem que provar a qualidade do trabalho a cada dia, pensando em evoluir para, claro, o elenco e torcida comprarem a ideia. Estou satisfeito pela receptividade e temos tudo para criar um bom ambiente”, declarou.

Nesse feriado de segunda-feira, o grupo treinou na Vila Capanema para realizar os últimos ajustes antes da importante partida. Sem poder contar com Paulinho Oliveira, o comandante vai repetir a escalação da primeira rodada da Série B.

“Saímos felizes com o resultado da semana passada, e procuraremos transportar este ânimo para a Copa do Brasil. Esperamos ter a casa cheia, pois já teremos vantagem no apito inicial”, destaca Juliano Mineiro, substituto de Paulinho Oliveira.

Se perder por dois gols de diferença, o Paraná está eliminado da competição. O Paraná vai a campo com: Marcos; Rodrigo Mann, Brinner, Anderson Rosa e Breno; Edson Sitta, Cambará, Lúcio Flávio e Juliano Mineiro; Paulinho e Giancarlo.

Reencontro
A partida entre Paraná e Ponte Preta nesta terça-feira também vai marcar outro encontro. Este, por outro lado, é um reencontro. O técnico Dado Cavalcanti, comandante da equipe paranaense na Série B de 2013, é o treinador da “Macaca”.

Contratado pelo Coritiba após o Campeonato Brasileiro, Cavalcanti deixou o rival do Paraná após a eliminação para o Maringá, na semifinal do Estadual. Pouco tempo depois, assumiu a Ponte para a disputa do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Comandando o Paraná, Dado Cavalcanti ganhou respeito da torcida durante a competição, mas algumas substituições e insistências nas escalações que culminaram em não subir à Série A – que parecia certo até mais da metade do campeonato –, aliada a ida ao rival da cidade, mudaram o parâmetro totalmente. Ao todo, o técnico realizou 38 partidas, tendo 18 vitórias, nove empates e 13 derrotas.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju