Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Claudinei Oliveira estreia na Vila com a mesma equipe

22 abril 2014 - 11h31Via Terra
O treinador Claudinei Oliveira assumiu o Paraná na quarta-feira passa e, dois dias depois, já estava no banco de reservas, com ajuda do auxiliar Luciano Gusso, para comandar a vitória por 2 a 0 contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão.

Depois da estreia fora de casa, agora é a vez do técnico do clube encontrar o torcedor tricolor. Nesta terça-feira, no Estádio Durival Britto e Silva, a equipe paranaense enfrenta a Ponte Preta, pela segunda fase da Copa do Brasil, no jogo de ida.

De acordo com Oliveira, a vitória em seu primeiro jogo dá moral. “Você tem que provar a qualidade do trabalho a cada dia, pensando em evoluir para, claro, o elenco e torcida comprarem a ideia. Estou satisfeito pela receptividade e temos tudo para criar um bom ambiente”, declarou.

Nesse feriado de segunda-feira, o grupo treinou na Vila Capanema para realizar os últimos ajustes antes da importante partida. Sem poder contar com Paulinho Oliveira, o comandante vai repetir a escalação da primeira rodada da Série B.

“Saímos felizes com o resultado da semana passada, e procuraremos transportar este ânimo para a Copa do Brasil. Esperamos ter a casa cheia, pois já teremos vantagem no apito inicial”, destaca Juliano Mineiro, substituto de Paulinho Oliveira.

Se perder por dois gols de diferença, o Paraná está eliminado da competição. O Paraná vai a campo com: Marcos; Rodrigo Mann, Brinner, Anderson Rosa e Breno; Edson Sitta, Cambará, Lúcio Flávio e Juliano Mineiro; Paulinho e Giancarlo.

Reencontro
A partida entre Paraná e Ponte Preta nesta terça-feira também vai marcar outro encontro. Este, por outro lado, é um reencontro. O técnico Dado Cavalcanti, comandante da equipe paranaense na Série B de 2013, é o treinador da “Macaca”.

Contratado pelo Coritiba após o Campeonato Brasileiro, Cavalcanti deixou o rival do Paraná após a eliminação para o Maringá, na semifinal do Estadual. Pouco tempo depois, assumiu a Ponte para a disputa do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Comandando o Paraná, Dado Cavalcanti ganhou respeito da torcida durante a competição, mas algumas substituições e insistências nas escalações que culminaram em não subir à Série A – que parecia certo até mais da metade do campeonato –, aliada a ida ao rival da cidade, mudaram o parâmetro totalmente. Ao todo, o técnico realizou 38 partidas, tendo 18 vitórias, nove empates e 13 derrotas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos

Mais Lidas

Vídeos
Vídeo: violência sexual contra jumenta choca população
Internacional
Sede de Igreja Universal é fechada na Angola pela justiça
Geral
No Dia da Árvore, Paulo Corrêa reforça a proteção ao Meio Ambiente
Geral
Motorista morre após o carro capotar e arremessa-lo para fora