Menu
Busca domingo, 22 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Aguas setembro-19
Esportes

Ex-presidente da UEFA é preso em investigação de suborno

Michel Platini foi jogador e dirigiu a entidade máxima do futebol europeu de 2007 a 2015

18 junho 2019 - 09h35Priscilla Porangaba, com informações da Agência Brasil

O ex-presidente da Uefa Michel Platini foi preso nesta terça-feira (18), em Paris, segundo noticia a imprensa francesa, dentro de uma investigação sobre possíveis fraudes na eleição do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022.

A lenda do futebol francês, eleita para dirigir a entidade máxima do futebol europeu em 2007, foi detida pela polícia anticorrupção francesa, que está à frente das investigações.

O ex-jogador, que foi presidente da Uefa até 2015, cumpre suspensão de quatro anos , que expira em outubro, por violar o código ético da Fifa ao aceitar, em 2011, um pagamento autorizado pelo então presidente da entidade, Joseph Blatter, de aproximadamente 1,8 milhão de euros por trabalhos feitos entre 1998 e 2002.

Além de Platini, foi presa uma antiga conselheira do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, Sophie Dion. O ex-secretário-geral do Palácio do Eliseu Claude Guéant prestou depoimento sob o status de "suspeito livre", segundo o jornal Le Monde.

Em 2016, a Promotoria Nacional Financeira abriu uma investigação por suposta corrupção na escolha do Catar para sediar a Copa de 2022, caso no qual o próprio Platini já havia prestado depoimento como testemunha em dezembro de 2017.

A investigação é centrada na reunião ocorrida em novembro de 2010 entre as autoridades do Catar com Sarkozy e Platini, na sede do governo francês, que também contou com a participação de Guéant e Sophie Dion.

O Catar foi acusado de comprar votos na sua candidatura para sediar a Copa do Mundo. Relatório do investigador independente americano Michael Garcia revelou uma série de transações financeiras suspeitas, muitas ligadas a Sandro Rosell, o ex-presidente do Barcelona que serviu como consultor do Catar.

Platini, três vezes vencedor da Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, deveria suceder Blatter como presidente da Fifa em 2016, quando o escândalo de corrupção eclodiu. Ele luta para limpar seu nome desde então.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Campeã olímpica Rafaela Silva se defende de acusação de doping
Esportes
Inscrições para os Jogos Escolares terminam hoje
Esportes
Boxeador fala de expectativas para campeonato que será realizado na capital
Esportes
Open de Taekwondo do Chile terá atletas de Campo Grande
Esportes
Com nova estrutura, Cefat já está entre as melhores do país
Esportes
Equipe campo-grandense vence corrida em Interlagos
Esportes
Representantes de Taekwondo do MS participam da seleção para torneio na Dinamarca
Esportes
Danilo, filho de Cafu, morre vítima de infarto aos 30 anos
Esportes
Rally dos Sertões 2019 tem campeões definidos
Esportes
Mano Menezes assume o Palmeiras após saída de Felipão

Mais Lidas

Política
"Devem investigar", diz Reinaldo sobre filho
Polícia
Homem é executado em frente à casa de namorada
Brasil
PM é baleado com tiro de fuzil na cabeça
Polícia
Menina de 8 anos é morta com tiro nas costas vítima de bala perdida