Menu
Busca sábado, 21 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Geral

Boechat morreu de politraumatismo, aponta laudo do IML

Nos exames não foram encontrados sinais de fuligem na traqueia nem nos pulmões do jornalista

17 fevereiro 2019 - 15h23Da redação

O jornalista Ricardo Boechat morreu em decorrência de politraumatismo causado pela queda do helicóptero e colisão com um caminhão na Rodovia Anhanguera, na última segunda-feira (11), segundo o laudo do Instituto Médico Legal.

Nos exames não foram encontrados sinais de fuligem na traqueia nem nos pulmões do jornalista.

A dosagem de monóxido de carbono detectou uma concentração abaixo de 10% de carboxihemoglobina no sangue, o que indica que a vítima já havia morrido antes de ser exposta ao gás.

Foram observados sinais de traumatismo torácico e abdominal, caracterizando politraumatismo. O piloto Ronaldo Quattrucci também morreu no acidente. O motorista do caminhão teve ferimentos leves.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Mega sorteia neste sábado prêmio de R$ 38 milhões
Geral
Adolescente desaparecida volta para casa
Geral
Gambá é resgatado de incêndio na capital
Geral
UFMS oferecerá 5.220 vagas para os 116 cursos do câmpus
Geral
"Morar Legal", programa renegocia dívidas junto a Agehab
Geral
Reincidente em infrações, Atacadão é autuado novamente pelo Procon
Geral
Ponte desaba em rio e motorista de caminhão fica ferido
Geral
Homem morre após facada no peito
Geral
Sexta-feira começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto
Geral
Pedro Chaves lança livro ‘Refletindo Sobre o Brasil’

Mais Lidas

Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Política
"Devem investigar" diz Reinaldo sobre filho
Polícia
Motorista de aplicativo é encontrado morto 15 dias após desaparecer
Clima
Vídeo - Chuva surpreende campo-grandenses na tarde desta sexta