Menu
Busca sábado, 08 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 03
Geral

Cartórios e Secretaria de Segurança já estão conectados para coibir fraudes

Convênio entre associação e Sejusp foi firmado nesta manhã

13 dezembro 2019 - 15h15Sarah Chaves

A Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso do Sul (Anoreg/MS) firmou convênio com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), na manhã desta sexta-feira (13), para fornecimento de informações da base de dados da pasta.

Durante a solenidade, esteve presente o deputado Beto Pereira (PSDB/MS) e a Coordenadora Geral de Perícias, Glória Setsuko Suzuki, que explicou o funcionamento da disponibilidade das informações jurídicas da população. “Esse convênio vai permitir que o cartório tenha acesso ao sistema do site da Sejusp, para conferência de dados do número do RG da pessoa, com a foto e assinatura dos cidadãos na hora de apresentarem os documentos nos cartórios”, disse.

Glória esclarece também que o sistema, que já está no ar, será usado somente pela rede cartorária. “O sistema passou pela fase de elaboração, montagem do site via web, até chegar ao produto final, que é esse portal para consultas. Ele já está pronto, algumas pessoas já tem acesso ao sistema”, afirmou.

O diferencial desse sistema é a segurança que proporciona para o órgão cartorário e ao cidadão, como explica o presidente da Anoreg-MS, Ely Ayache. “Esse convênio é de extrema importância para os cartórios para que todos os atos realizados tenham a maior segurança jurídica para o usuário. A população ganha porque nós teremos certeza que em qualquer ato de cartório e reconhecimento de firma nós iremos identificar a autenticidade do cidadão sul-mato-grossense”, declarou.

O Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, contou sobre a importância do serviço, que será disponibilizado pela Sejusp. “O principal beneficiário é a população, com um serviço de qualidade que reduz riscos de fraudes. A gente tem buscado cooperações, nossa gestão é a que mais firmou termos de cooperação, com informações unificadas dos órgãos federais”, ressaltou o secretário.

Segundo o presidente do Colégio Notarial do Brasil, Daniel Emilio Fontana, o convênio evitará fraudes jurídicas. “O sistema será usado como prevenção de crimes de falsidade ideológica e falsificação de documentos, evitando processos judiciais, onde outras pessoas são lezadas”, relatou.

Daniel lembra ainda que existe muitos crimes de falsificação por “sermos um estado de fronteira com uma alta circulação de pessoas e mercadorias. Ocorriam muitos crimes, agora isso será evitado antes de ocasionar maiores prejuízos à sociedade”, finalizou.

A necessidade do sistema de imigração de dados surgiu através de uma demanda da Anoreg para verificação de autenticidade dos documentos dos cidadãos que usam os serviços de cartórios.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Aos 50 anos, vice-presidente do BB passa mal em reunião e morre
Geral
Jovem de 23 anos é multado por incêndio em uma propriedade rural
Geral
Javali rouba sacola e é perseguido por nudista
Geral
Advocacia lamenta morte de Evandro Bandeira
Geral
Vai e vem: Maiara e Fernando escolhem MS para reatar pela 6ª vez
Geral
Paciente com suspeita de Covid-19 foge de hospital após exame
Geral
Casal de jovens morto em acidente tinha pouco mais de um ano de namoro
Geral
Colisão entre moto e caminhonete mata casal na Lúdio Martins Coelho
Geral
Vídeo - Ladrão solta cachorros, invade casa, mas foge ao ver morador
Geral
Morre advogado Evandro Bandeira

Mais Lidas

Cidade
“Fôlego para o setor”, diz Paulo Corrêa sobre resposta que beneficia transporte rural
Brasil
Mega sorteia R$ 6,5 milhões neste sábado
Política
Eleição para vereador é enigma na pandemia
Geral
Aos 50 anos, vice-presidente do BB passa mal em reunião e morre