Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Senar - junho21
Geral

Falece a arquiteta Sandra Madeira

Sandra morreu em São Paulo, onde era tratada de um câncer

27 dezembro 2018 - 18h33Da redação

A arquiteta e urbanista, Sandra Madeira, morreu nesta quinta-feira (27), aos 54 anos, por complicações de um câncer que tratava há alguns anos.

De acordo com Fernando Madeira, esposo de Sandra, ela estava internada em um hospital de São Paulo, onde faleceu. Fernando informou que o velório será na sexta-feira (28), a partir das 11h30, no cemitério Parque das Primaveras, em Campo Grande, e o enterro no mesmo local, às 16h.

A CASACOR Mato Grosso do Sul usou as redes sociais para lamentar o falecimento, "Sandra e sua família foram responsáveis pela criação do ambiente Joalheria em CASACOR MS 2018, além de ter participado de todas as outras edições da mostra”, publicou ressaltando que a arquiteta deixa “o legado de talento, trabalho e o amor”.

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul (CAU-MS), emitiu uma nota de pesar pela morte da profissional que atuou por mais de 20 anos na capital sul-mato-grossense. Veja:

 

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
"A pandemia tem sido, sim, mais cruel com as mulheres", diz Luciana Azambuja
Geral
Riedel anuncia a vereadores pacote de R$ 60 milhões em obras
Geral
Covid - Morre o auditor fiscal Alberto Kalache
Geral
Procon-MS registra alto número de denúncias de consignados irregulares
Geral
Para evitar fraudes, bomba de combustível terá assinatura digital
Geral
Unigran realiza congresso científico
Geral
IPEMS chega aos 30 anos de mercado
Geral
Terça é dia de D2 da Coronavac e Astrazeneca; veja as datas
Geral
Orçamento de 2022 será votado nesta terça
Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis

Mais Lidas

Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis
Polícia
Menina de 11 anos era estuprada pelo pai no trajeto da igreja
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Geral
Morta pelo marido, Lindinalva era professora e deixa dois filhos