Menu
Busca quarta, 21 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Geral

TVE homenageia Dino Rocha com exibição de “O Milagre de Santa Luzia”

Série trouxe um pouco do melhor daquele que é considerado um dos maiores sanfoneiros do Brasil, com participações especiais de Dominguinhos e Elias Filho

21 fevereiro 2019 - 14h37Da redação com assessoria

A TVE Cultura presta uma homenagem especial ao sanfoneiro Dino Rocha, que morreu nesta semana aos 68 anos, com a exibição, em três horários, de episódio especial da série “O Milagre de Santa Luzia”. Produção da Miração Filmes com direção de Sergio Roizenblit, o programa foi ao ar em rede nacional saudando aquele que foi considerado “o maior representante da sanfona do Centro-Oeste” e o maior do Brasil, que dividiu as câmeras com ninguém menos que os mestres Dominguinhos e Elias Filho.

O especial vai ao ar nos horários dos programas Dona Música e Arquivo Musical deste fim de semana, com exibição na sexta-feira (22), às 19h, no sábado (23) e domingo (24) às 12h.

O resultado do encontro foi o que de melhor o acordeon pode oferecer em sonoridade, tendo ao fundo paisagens do Pantanal –principal tema do trabalho de Dino Rocha e “o melhor lugar para estar”, como disse em entrevista. Ao longo do programa, em conversas com Dominguinhos e Elias, o sanfoneiro explica o que é o chamamé, estilo que imortalizou com sua arte.

“A gente faz uma música pensando nas coisas da nossa região”, resumiu. Dino Rocha impressiona os presentes com o jeito peculiar de tocar os baixos no acordeon e com os causos sobre os bailes. As parcerias com Dominguinhos e Elias Filho no programa são, na verdade, registros históricos da música brasileira.

Adeus

Cultuado em Mato Grosso do Sul como um dos ícones do chamamé, Dino Rocha, já reconhecido nacionalmente como o maior acordeonista do Brasil – sendo vencedor do Jacaré de Prata –, morreu na noite de 17 de fevereiro (domingo) por complicações decorrentes do diabetes. O sepultamento ocorreu na terça-feira (19), no Memorial Park, em Campo Grande.

Dino Rocha nasceu na pequena Juti, em 23 de maio de 1951, filho de mãe alemã e pai argentino. Começou a tocar acordeon aos nove anos, aprendendo sozinho os segredos do instrumento. Compositor e cantor, ganhou o nome artístico de Zacarias Mourão, depois de estrear gravando em um LP de Amambai e Amambaí.

Gravou mais de 30 discos e foi autor de dezenas de composições, talvez a mais conhecida seja “Gaivota Pantaneira”, parceria com Mourão. Na carreira, integrou o Chalana de Prata e, além de viajar o país e se apresentar ao lado de músicos como Sivuca, Hermeto Pascoal e Dominguinhos, também apareceu na novela Pantanal, da extinta TV Manchete, ao lado de Almir Sater e Sérgio Reis.

Não perca

O especial com o episódio de “O Milagre de Santa Luzia” homenageando Dino Rocha vai ao ar na TVE Cultura e também pelo Portal da Educativa às 19h desta sexta-feira, 22 de fevereiro; e também no sábado (23) e domingo (24), ao meio-dia.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Detran quer romper com empresa que desligou radares no estado
Geral
Reforma deve conter déficit previdenciário e melhorar a economia, diz advogado
Geral
Ex-delegado morre atropelado pelo próprio veículo
Geral
Município do MS ficará sem água na sexta-feira
Geral
Com salário de até R$ 2,6 mil prefeitura abre seleção para assistência social
Geral
Presidente da Anoreg apoia projeto habitacional no Hotel Campo Grande
Geral
Aeroporto da capital opera com um cancelamento
Geral
"Exitosa", diz Coronel David sobre ação com sequestrador morto
Geral
Servidor público comete suicídio com cinto
Geral
Veículo capota durante transporte de pacientes para hemodiálise

Mais Lidas

Polícia
Rapaz de 18 anos é preso após dormir com namorada de 11 anos
Geral
Servidor público comete suicídio com cinto
Brasil
Vídeo mostra momento em que sequestrador é executado pelo BOPE
Polícia
Antes de suicídio, PM desabafa em carta de despedida