Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Polícia

Corpos de bolivianos são encontrados esquartejados

A família morava na Grande São Paulo e um parente é suspeito dos assassinatos

09 janeiro 2019 - 09h52Da redação com Jovem Pan

Uma família de bolivianos foi encontrada morta e esquartejada em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. O suspeito de cometer o crime, também de nacionalidade boliviana e parente das vítimas, está foragido. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas residiam no Brás, no centro da capital, e eram proprietárias de uma confecção na mesma região.

De acordo com informações da Jovem Pan, os corpos de Jesus Reynaldo Condori Roque, 39 anos, da mulher dele, Irma Morante Sanizo, de 38, e do filho do casal, Gian Abner Morante Condori, de apenas 8 anos, foram encontrados na noite de terça-feira (8) em uma residência que havia sido alugada recentemente por Gustavo Vargas Arias, cunhado e também funcionário do casal. O imóvel fica localizado no Jardim Paineira.

Policiais militares chegaram ao local com o auxílio da esposa do boliviano Vargas, que teria praticado o crime, e de dois homens, de prenomes Miguel e Roberto, que o ajudaram na mudança de equipamentos e máquinas de costura para o local.

Assim que os PMs chegaram no imóvel, sentiram um odor muito forte e encontraram três malas e um saco plástico no banheiro. Ao averiguar o conteúdo, os militares descobriram os corpos esquartejados da família, que estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro.

O suspeito

Gustavo Vargas Arias, cunhado do casal, era funcionário das vítimas e costumava contratar compatriotas para trabalhar na confecção. No último dia 23, o boliviano teve um desentendimento com o casal, que não foi mais visto. No dia seguinte, Vargas chegou em casa embriagado e com o menino Gian, o que deixou a esposa bastante desconfiada.

Três dias depois, o suspeito alugou a residência em Itaquaquecetuba e pediu a ajuda de dois amigos para transportar máquinas de costura e outros equipamentos até o local. Desde então, ele também desapareceu.

Nesta terça-feira, desconfiada dos sumiços do marido, do casal e da criança, a mulher de Vargas acionou a Polícia Militar.

Os dois homens que ajudaram na mudança foram localizados e indicaram o endereço em Itaquaquecetuba, onde os corpos acabaram sendo encontrados.

O local foi isolado para o trabalho da perícia, e o caso, registrado na Delegacia Central do município.

 

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Jovem perde R$ 5,9 mil ao comprar iPhone por Instagram hackeado
Polícia
Suspeitos de roubo em supermercado são detidos quando planejavam assaltar joalheria
Polícia
Morto a facadas durante churrasco, foi assassinado por ciúmes de ex
Polícia
Policiais se deparam com loja arrombada e prendem ladrão em flagrante
Polícia
Casal tem carro roubado após anunciar veículo no Facebook
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Polícia
Tráfico: Polícia prende duas pessoas no Jardim Itamaracá
Polícia
Preso por pesca predatória é autuado em quase R$ 2 mil
Polícia
Vídeo: PF segue investigando a morte de 18 animais no Pantanal
Polícia
Em crise de abstinência, jovem joga cadeira na mãe

Mais Lidas

Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis
Polícia
Menina de 11 anos era estuprada pelo pai no trajeto da igreja
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Geral
Morta pelo marido, Lindinalva era professora e deixa dois filhos