Menu
Busca segunda, 22 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Corpos de bolivianos são encontrados esquartejados

A família morava na Grande São Paulo e um parente é suspeito dos assassinatos

09 janeiro 2019 - 09h52Da redação com Jovem Pan

Uma família de bolivianos foi encontrada morta e esquartejada em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. O suspeito de cometer o crime, também de nacionalidade boliviana e parente das vítimas, está foragido. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas residiam no Brás, no centro da capital, e eram proprietárias de uma confecção na mesma região.

De acordo com informações da Jovem Pan, os corpos de Jesus Reynaldo Condori Roque, 39 anos, da mulher dele, Irma Morante Sanizo, de 38, e do filho do casal, Gian Abner Morante Condori, de apenas 8 anos, foram encontrados na noite de terça-feira (8) em uma residência que havia sido alugada recentemente por Gustavo Vargas Arias, cunhado e também funcionário do casal. O imóvel fica localizado no Jardim Paineira.

Policiais militares chegaram ao local com o auxílio da esposa do boliviano Vargas, que teria praticado o crime, e de dois homens, de prenomes Miguel e Roberto, que o ajudaram na mudança de equipamentos e máquinas de costura para o local.

Assim que os PMs chegaram no imóvel, sentiram um odor muito forte e encontraram três malas e um saco plástico no banheiro. Ao averiguar o conteúdo, os militares descobriram os corpos esquartejados da família, que estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro.

O suspeito

Gustavo Vargas Arias, cunhado do casal, era funcionário das vítimas e costumava contratar compatriotas para trabalhar na confecção. No último dia 23, o boliviano teve um desentendimento com o casal, que não foi mais visto. No dia seguinte, Vargas chegou em casa embriagado e com o menino Gian, o que deixou a esposa bastante desconfiada.

Três dias depois, o suspeito alugou a residência em Itaquaquecetuba e pediu a ajuda de dois amigos para transportar máquinas de costura e outros equipamentos até o local. Desde então, ele também desapareceu.

Nesta terça-feira, desconfiada dos sumiços do marido, do casal e da criança, a mulher de Vargas acionou a Polícia Militar.

Os dois homens que ajudaram na mudança foram localizados e indicaram o endereço em Itaquaquecetuba, onde os corpos acabaram sendo encontrados.

O local foi isolado para o trabalho da perícia, e o caso, registrado na Delegacia Central do município.

 

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Casal morre em acidente na MS-164
Polícia
Jovem morre afogado em piscina do Corumbaense Futebol Clube
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ministério da Informação no Afeganistão sofre ataque
Polícia
Mulher é assaltada e estuprada em Dourados
Polícia
Ex-nomeado da Segov é investigado por usar telefone em presídio
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Polícia
De "braços abertos", indígena é atropelada em rodovia
Polícia
Bandidos fingem ser clientes e trabalhadores são feitos reféns
Polícia
PMA multa mulher por colocar fogo em vegetação

Mais Lidas

Polícia
Casal morre em acidente na MS-164
Polícia
Jovem morre afogado em piscina do Corumbaense Futebol Clube
Saúde
Ibuprofeno e cetoprofeno podem agravar infecções
Geral
Mega acumula e poderá pagar R$ 90 milhões na quarta-feira