Menu
Busca domingo, 24 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Polícia

Defesa quer anular julgamento do PRF condenado por morte de empresário

Segundo advogados a manifestação dos jurados foi manifestamente contrária às provas contidas nos autos

20 junho 2019 - 11h35Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

A defesa do policial rodoviário federal Ricardo Moon, condenado a 23 anos de prisão pela morte do empresário Adriano Correia do Nascimento e duas tentativas de homicídio durante briga de trânsito, pede a anulação do julgamento realizado em 30 de maio.

O recurso, que ainda lista 12 mentiras, foi anexado ao processo que tramita na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande e será remetido ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS).

Conforme os advogados Rene Siufi e Honório Suguita, a manifestação dos jurados foi manifestamente contrária às provas contidas nos autos.

Conforme a defesa, o julgamento foi “viciado” pela mídia social. “Assim, de maneira inconsciente, já bombardeado pela notícia de jornais e da mídia eletrônica, condenaram o apelante sem apoio nas provas dos autos”.

Em 61 páginas de apelação criminal, os advogados rememoram o dia do crime, 31 de dezembro de 2016, citam contradições no depoimento das vítimas Agnaldo Espinosa da Silva e Vinícius Cauã Ortiz Simões, o aparecimento de flambadores na caminhonete do empresário e a ação de legítima defesa do policial, diante do risco de ser atropelado. A defesa pede que seja determinado um novo julgamento.

No dia 30 de maio, por maioria dos votos, os jurados, cinco homens e duas mulheres, decidiram pela condenação do policial pela morte do empresário e pelas tentativas de homicídio contra Agnaldo e Vinícius.

O policial conduzia um veículo Mitsubishi Pajero, enquanto Adriano estava em uma caminhonete Toyota Hilux. O crime foi na avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande.

O policial alegou legítima defesa e que fez os disparos para cessar uma tentativa de atropelamento. Ele chegou a ser preso após o crime, usou tornozeleira eletrônica e respondeu ao processo em liberdade.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Passageira trans diz ter sido puxada pelos cabelos e chama motorista de covarde
Polícia
Homem é preso com quase 400 kg de maconha que iriam para São Paulo
Polícia
Assessor de Trump diz que EUA devem barrar voos do Brasil
Polícia
Alunas da UEMS criam robô de Lego contra o coronavírus
O robô identifica quando uma mão se aproxima e espirra álcool em gel automaticamente
Polícia
Vídeo: Carro sobe canteiro central, invade contramão e quase bate em guarda civil
Polícia
Dois anos após desaparecer em SC, criança é encontrada em MS
Polícia
Homem morre em cela da PF dois dias após ser preso
Polícia
Homem é preso traficando skunk em carro de locadora
Polícia
Usando um facão, padrasto persegue jovem dentro de casa
Polícia
Sem perceber, Uber é furtado durante corrida

Mais Lidas

Polícia
Passageira trans diz ter sido puxada pelos cabelos e chama motorista de covarde
Polícia
Homem é preso com quase 400 kg de maconha que iriam para São Paulo
Polícia
Assessor de Trump diz que EUA devem barrar voos do Brasil
Saúde
Secretário de vigilância pede demissão do Ministério da Saúde