Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Polícia

Jovem encontrado morto no Corumbaense tinha lesão na cabeça

Gustavo morreu após se afogar na piscina do clube de Corumbá

22 abril 2019 - 16h53Joilson Francelino, com informações do Diário Corumbaense

Gustavo Malheiros Francisco, 25 anos, que foi encontrado morto na piscina do Corumbaense Futebol Clube na madrugada do último domingo (21), apresentava uma lesão na cabeça.

A informação foi passada ao site do Diário Corumbaense pelo Cartório de Homicídios da 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade, responsável pela investigação. Nas mãos do jovem havia cabelos que serão analisados. Ainda não é possível dizer se a lesão na cabeça foi provocada por uma possível briga.

Nenhuma hipótese é descartada, algumas pessoas ainda serão chamadas para depor. A redação do JD1 Notícias tentou entrar em contato com o delegado Willian Rodrigues, responsável pelo caso, mas até o fechamento desta matéria, não obteve êxito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Esfaqueado pela esposa, homem se tranca no banheiro para sobreviver
Polícia
Moraes determina quebra de sigilo de investigados e bloqueio de perfis na internet
Polícia
Jovem tenta se matar, liga pra ex, é impedido e xinga policiais
Polícia
Idoso é espancado ao negar vender cigarros à 50 centavos
Polícia
Bandido invade UBS na madrugada levando botijão e liquidificador
Polícia
Homem é encontrado morto em fazenda de MS
Polícia
Após perseguição jovem é preso com drogas e diz ser do PCC
Polícia
Vídeo – Motoqueiro é socorrido após colidir com carreta
Polícia
Vídeo – carro pega fogo no meio da rua
Polícia
Servidor federal é preso utilizando viatura para traficar maconha

Mais Lidas

Geral
Há um ano, tragédia que matou o campo-grandense Gabriel Diniz comovia o Brasil
Economia
Governo quer emprestar US$ 4,01 bilhões de bancos internacionais
Justiça
Ary Raghiant Neto será empossado Vice-Presidente do Conselho de Colégios da OAB do Mercosul
Política
“Não entendo o porquê a Energisa questiona a CPI se não existem irregularidades”, diz Orro