Menu
Busca quarta, 28 de setembro de 2022
(67) 99647-9098
TJMS setembro22
Agronegócio

Projeto Saladão já vende produtos de pequenos agricultores da capital

A comercialização dos produtos é feita no Ônibus Saladão

21 outubro 2018 - 10h52Da redação

Iniciaram nesta semana as atividades do projeto Saladão, que leva a produção de pequenos agricultores para comercialização em diversos pontos de Campo Grande. Hoje as vendas estão sendo feitas, das 6h às 18h, na Praça do Peixe, localizada na avenida Bom Pastor, no bairro Vilas Boas.

Nesta sexta-feira (19.10), as vendas serão em frente da Secretaria Municipal de Educação (Semed), na rua Onicieto Severo Monteiro, 460, Vila Margarida.

O projeto Saladão é uma parceria da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia (Sedesc).

Os produtos disponíveis são oriundos, por enquanto, de três associações de agricultura familiar: da Comunidade Sucuri, dos Produtores do Núcleo Agroecológico Oeste e da Comunidade de Produtores Rurais de Rochedinho/Escola “Barão do Rio Branco”.

A comercialização dos produtos é feita no Ônibus Saladão, adaptado para ser um mercado itinerante, com gôndolas e umidificador de ar. O veículo tem capacidade para armazenar mais de 300 kg de legumes, frutas e verduras produzidos pelos agricultores. O outro veículo utilizado é um caminhão refrigerado para transportar os produtos das propriedades rurais até a cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Colheita do milho safrinha rende 11,4 milhões de toneladas no Estado
Agronegócio
"Vazio sanitário" da soja encerra hoje em MS
Agronegócio
Exportação de industrializados alcança resultado histórico em agosto

Mais Lidas

Política
Pesquisa Ranking mostra Riedel perto do segundo turno
Polícia
JD1TV: Homem morre após se despedir da esposa e jogar carro em córrego na BR-163
Interior
Campo-grandense com carga de cigarros na fronteira morre em confronto com a PM
Cidade
Após episódio de 'traição', amante de candidato se diz abalada e passará por IML