Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Clima

Semana começa com umidade do ar em estado de alerta

Em Campo Grande a temperatura fica entre 18°C e 33°C

12 agosto 2019 - 07h15Joilson Francelino, com informações da assessoria

A semana começa com os índices de umidade do ar em estado de atenção nesta segunda-feira (12). Conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), a presença da massa de ar seco fará com que o dia comece com umidade em torno de 80% e chegue aos 20% nos períodos mais quentes do dia.

Conforme a coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, o tempo seco, está dentro dos padrões históricos. “Normalmente o mês de agosto é seco mesmo. Basicamente, a recomendação da Organização Mundial de Saúde, é consumir muita agua, umidificar ambientes, e evitar exercícios físicos entre 10h e 16h” pontua.

As temperaturas em Mato Grosso do Sul podem registrar mínima de 12°C em Sete Quedas, e máxima de 38°C em Coxim e Porto Murtinho.  

A previsão para a Capital fica entre 18°C a 33°C. Confira como ficara o tempo nas demais regiões do Estado no mapa elaborado pelo Cemtec.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Clima
Vai chover nesta sexta-feira na capital, prevê Inmet
Clima
Mais de 10 cidades de MS estão em estado de alerta para fortes chuvas
Clima
Previsão é de dia nublado e máxima de 30ºC nesta quinta-feira
Clima
Defesa Civil emite alerta de chuvas e ventos fortes para a capital
Clima
Pode chover neste último dia de Carnaval na capital, diz Inmet
Clima
Sol aparece entre nuvens, e Estado fica sob aviso de alagamentos
Clima
Capital tem céu nublado neste domingo
Clima
Não esqueça o guarda-chuva! Dia fica nublado e deve chover neste sábado
Clima
Folia na capital poderá ser debaixo de chuva
Clima
Chuva continua forte na capital nesta sexta-feira, diz Inmet

Mais Lidas

Geral
Acesso ao Informe de Rendimentos já está disponível
Geral
Ibama descobre óleo próximo a navio encalhado no Maranhão
Saúde
OMS eleva grau de contaminação do coronavírus para "muito alto"
Justiça
Desembargador prevê ''caos'' se ação do Novo for aprovada