Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Senar 18 10 21
Cultura

Espaço da Poesia faz homenagem à cultura portuguesa e ao centenário de Hélio Serejo

31 agosto 2012 - 09h43Daniel Reino

Acontece nessa sexta-feira (31), a partir das 19 horas, no terraço do Memorial da Cultura e da Cidadania, o Espaço da Poesia, com declamações, apresentações musicais e folclóricas. A entrada será gratuita.

Nesta edição o Espaço da Poesia lembra o ano do Brasil em Portugal. A oficina é desenvolvida no sentido inverso da ponte, celebrando a cultura portuguesa na capital. Serão apresentadas danças, canções e poesias lusitanas organizadas pela Associação Luso-Brasileira de Campo Grande, através do grupo folclórico Tradições Portuguesas, que teve início em 1950 por iniciativa de Conceição Ferreira.

A formação atual começou em 2000, fruto de uma comissão organizadora e com o apoio da diretoria da Associação Luso Brasileira - Clube Estoril, com o objetivo de preservar, recolher, e difundir os valores das tradições do passado. O guarda-roupa é composto por trajes de várias regiões de Portugal e as danças se enveredam por ritmos como viras, chulas, rusgas, fandangos do ribatejo, picadinho, entre outras.

A obra de Hélio Serejo também ganhará destaque no Espaço da Poesia com uma palestra do professor Hildebrando Campestrini, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, organizador e responsável pela publicação das "Obras Completas de Hélio Serejo”, em 2008. Além disso, haverá declamação de textos poéticos do escritor pelos poetas Elias Borges de Campos, Aluizio Luzia Câmara Ozarias e Nildes Tristão Prieto e homenagens diversas, que contarão com a presença de Nahara e Helita Serejo, filhas do autor.

O projeto Espaço da Poesia também contará com apresentações musicais do Coral da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, declamações de obras diversas e exposição de livros e fotos do autor Hildebrando Campestrini.

Hélio Serejo
O Hélio Serejo que será o destaque no Espaço da Poesia, nasceu em Nioaque em 1º de junho de 1912 e faleceu em oito de outubro de 2007. Deixou 60 obras publicadas, entre romances, contos e memórias. Foi membro da Academia Sul-mato-grossense de Letras, da Academia Mato-Grossense de Letras, da Academia Piracicabana de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul. Seu estilo literário tem fortes tons da fala sul-mato-grossense do interior. Desvendou os usos e costumes da gente humilde e sua narrativa literária, simples e rica, interessa diretamente aos sul-mato-grossenses.

Seu feito mais notável, além das letras, foi a comissão que presidiu de 1955 a 1964 para a construção da ponte sobre o Rio Paraná, na divisa entre Mato Grosso do Sul e São Paulo. Hoje, pela Lei Federal 12.610, dez de abril de 2012, foi designada "Ponte Hélio Serejo" em sua homenagem.

Serviço
O Memorial da Cultura fica localizado na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, no Centro. O Espaço da Poesia começa às 19 horas e a entrada é gratuita.

Via Notícias MS

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Loja da fábrica da Cervejaria Louvada chega a Campo Grande
Cultura
Governo lança campanha para apoiar atividades circenses
Cultura
Nova cervejaria aposta em estilo medieval, Taproom e expediente em horário comercial
Cultura
Tão aguardada, 'Verdades Secretas 2' estreia na próxima quarta-feira
Cultura
Festival Universitário da Canção tem prêmios de até R$ 8 mil
Cultura
Após um ano e meio sem shows, Gal Costa se apresenta hoje na Capital
Cultura
Prefeitura abre licitação para terminar 1ª etapa do Centro Belas Artes
Cultura
Comemoração do Dia das Crianças tem programação especial na Capital
Cultura
Delinha fará show em comemoração aos 44 anos de MS
Cultura
Festival da carne do MS acontece neste fim de semana

Mais Lidas

Clima
Áudio: Atenção - tabela do Inmet é real, não é fake
Clima
Vídeo: Força-tarefa está pronta para novo vendaval
Internacional
Alec Baldwin dispara com arma cenográfica e mata diretora de fotografia
Clima
Previsão de chuva com ventos assusta