Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Educação

Enem 2019 tem uma questão anulada pelo Inep

Instituto afirmou que a questão faz parte do Caderno de Questões Braile e Ledor

19 novembro 2019 - 13h34Sarah Chaves, com informações da assessoria

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), identificou e anulou uma das questões da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias do Enem 2019. Em anúncio feito nesta terça-feira (19), o instituto afirmou que a questão faz parte do Caderno de Questões Braile e Ledor da edição do Enem de 2018.

O chamado "caderno Ledor" é preparado para os aplicadores que atuam como ledores para os participantes que solicitam auxílio para a leitura da prova como recurso de acessibilidade.

A questão anulada consta no Caderno Azul como número 90; no Caderno Amarelo como 78; no Caderno Branco como 66; e no Caderno Rosa como 72.

No Enem, não há um valor fixo para cada questão. A pontuação varia conforme o percentual de acertos e erros naquele item entre os participantes e, também, de acordo com o desempenho de cada estudante na própria prova.

 

PMCG - Cidade do Natal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Alunos que não ficaram de recuperação entram de férias dia 13
Educação
Ano letivo é antecipado e tem número de sábados letivos reduzido
Educação
Confira os aprovados no concurso para Professor da Educação Básica
Educação
Consulta aos locais de reaplicação do Enem já está disponível
Educação
Inscrições para Sisu começam dia 21 de janeiro
Educação
Pré-matrículas para novos alunos em escolas municipais inicia hoje
Educação
Decreto que institui Programa Ciência na Escola é publicado
Educação
Alunos brasileiros têm nota máxima em avaliação do Pisa
Educação
Na Câmara, secretária de Educação justifica fechamento de escolas
Educação
Prazo para renovar Fies termina neste sábado

Mais Lidas

Geral
Silvio Haddad lança livro sobre vinhos nesta terça
Brasil
''Forças Armadas garantem a democracia'', diz Bolsonaro
Política
Dagoberto chama manifestante de "maluco" e diz que projeto ainda não foi votado
Polícia
Fazendeiro é avisado por telefonema que sua vaca foi abatida e roubada