Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Esportes

Atletas de taekwondo de MS competem nos EUA

Natan Miranda Lopes e o técnico Fábio Costa participam de Pan-Americano Aberto nos Estados Unidos

15 junho 2019 - 15h50Rayani Santa Cruz

Desde o início da semana, o taekwondista Natan Lopes e o técnico Fábio Costa, estão em Portland, Oregon, nos Estados Unidos para participar do primeiro evento continental do ano. Natan entrará no tatame neste sábado (15), em busca do título de campeão na categoria juvenil masculino até 63 kg.

Na sexta-feira (14), os atletas sul-mato-grossenses Luiz Felipe Aquino e Suzanna Aquino também participaram da competição.

O Pan-Americano é aberto a todas as categorias de idade, desde o infantil até o master, tanto em luta quanto em poomsae. Ao todo, são 12 quadras montadas para o evento, com cerca de 2700 participantes vindos de 33 países distintos.

Os atletas de Campo Grande, familiares e amigos estão ansiosos e torcendo por resultados positivos.  O torneio é chamado de  Ranking Mundial G1 Kyorugi e G1 Poomsae, e o atleta campeão somará 40 pontos no Ranking Mundial de Taekwondo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Handebol é a nova videoaula disponível para manter treinos em casa
Esportes
Ex-técnino de seleção, Vadão é internado devido à complicações de câncer
Esportes
Futebol na Alemanha reinicia neste sábado
Esportes
Coronavírus: Fifa cancela cerimônia de entrega do prêmio Melhor do Ano
Esportes
Coronavírus - “Não está nem no pico e muito menos diminuindo”, diz Mandetta
Esportes
Guanandizão terá jogos internacionais de vôlei após pandemia, diz Governo
Esportes
Dia do goleiro é celebrado por times de todo o mundo
Esportes
Pré-olímpico de handebol masculino é remarcado para março de 2021
Esportes
Mundial de Vôlei de Praia é adiado para 2022
Esportes
Evento na Serra da Bodoquena é adiado

Mais Lidas

Justiça
Justiça obriga empresa a pagar r$ 2 mil à aluno que não recebeu aulas do curso
Polícia
Adolescente é flagrado com drogas e armas
Economia
Estados Unidos anuncia a doação de mais US$ 6 milhões ao Brasil
Internacional
Macacos 'assaltam' laboratório e levam exames de sangue com coronavírus