Menu
Busca terça, 15 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Política

"Turma da China" queria antecipar passaportes vermelhos

Passaporte vermelho é disponibilizado para autoridades brasileiras, incluíndo políticos

28 janeiro 2019 - 18h52Da redação

Ao menos os deputados federais eleitos no pleito de 2018, na qual se incluía o deputado Loester Gomes de Souza, conhecido como Tio Trutis, tentaram antecipar o passaporte diplomático, conhecido também como "passaporte vermelho", para a viagem à China.

A “Turma da China” era composta por parlamentares eleitos pelo DEM e PSL e foi criticada pelo filósofo de direita, Olavo de Carvalho. A informação da tentativa frustrada de usar o passaporte vermelho foi publicada no jornal O Estado de São Paulo desta segunda-feira (28). Confira:

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Vereador apresenta projeto voltado às crianças vegetarianas
Política
Bolsonaro destaca lançamento do Programa Novos Caminhos em outubro
Política
Bolsonaro quer retomar obras iniciadas em outros governos
Política
Assessor de Collor foi laranja em imóveis de R$ 6 mi
Informação consta em representação da PGR pela deflagração da Operação Arremate, que pôs a PF nas ruas em endereços ligados ao senador
Política
PF investiga se houve participação de Collor em lavagem de dinheiro
Política
União libera R$ 2,6 mi para Angélica viabilizados por Nelsinho Trad
Política
Reforma da Previdência vai para segundo turno no senado
Política
Carla deixa MDB e vai para o PSD
Política
Otávio Trad apresenta demandas da saúde pública em Brasília
Política
PLS exige laudo psicológico para soltura de agressores domésticos

Mais Lidas

Geral
Morre o empresário Antônio Farias, o "Baiano"
Polícia
Jaime Valler estava na lista da milícia para morrer
Geral
Pai encontra filho morto, enforcado com fio de nylon
Geral
Mulher morre por descarga elétrica ao tentar ligar máquina de lavar